Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Feridos no incêndio em Beja transferidos para hospital em Lisboa

As três pessoas feridas no incêndio que ocorreu hoje num prédio em Beja, vão ser transferidas para o Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, para tratamento numa câmara hiperbárica, disse fonte dos bombeiros.

Feridos no incêndio em Beja transferidos para hospital em Lisboa
Notícias ao Minuto

16:23 - 03/08/19 por Lusa

País Beja

O incêndio provocou também a morte de um homem tendo o corpo sido encaminhado para o serviço de Medicina Legal do hospital de Beja, enquanto os três feridos vão ser transferidos do hospital de Beja para o hospital das Forças Armadas, adiantou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Beja, Pedro Barahona.

A PSP confirmou à Lusa que a vítima mortal tinha 36 anos.

O incêndio ocorreu num prédio antigo de três andares, com sete habitações por piso, situado na rua de Lisboa, acrescentou Pedro Barahona.

Uma das habitações ardeu na totalidade fazendo uma vítima mortal e inicialmente os bombeiros tinham indicado que duas pessoas sofreram ferimentos ligeiros, uma delas uma mulher, de 29 anos, devido a estado de pânico e ansiedade e outra, um bombeiro, de 28, por inalação de fumo, que foram transportados para o hospital de Beja.

O comandante dos bombeiros de Beja adiantou à Lusa que o terceiro ferido é um homem, que foi assistido no local e posteriormente se deslocou para o hospital de Beja, por meios próprios, para ser assistido.

O incêndio, de acordo com Pedro Barahona, causou ainda quinze desalojados.

Segundo o comandante dos bombeiros, o prédio foi evacuado e à partida "não terá condições de habitabilidade".

Pedro Barahona adiantou que posteriormente foi feita uma avaliação ao prédio, com o Serviço Municipal de Proteção Civil, tendo ficado 15 pessoas desalojadas, todas as que habitam o prédio, 14 foram realojadas em casa de familiares e uma mulher foi realojada numa unidade hoteleira de Beja.

O alerta foi dado cerca das 06:00 e as causas do incêndio estão por apurar.

O comandante dos bombeiros disse ainda que a Polícia Judiciária está a investigar o incêndio.

Foram mobilizados para o local, de acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, operacionais e veículos dos bombeiros de Beja, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Beja e elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil, além da PSP, num total de 20 elementos, apoiados por oito viaturas.

Um morto e dois feridos ligeiros

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório