Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

"A ministra não respeita os médicos e está a afastar as pessoas do SNS"

O bastonário da Ordem dos Médicos garante que os profissionais do setor da Saúde em Portugal estão “insatisfeitos” com as condições de trabalho com que se deparam diariamente e alerta que a “falta de respeito” por estes profissionais só os afasta do Serviço Nacional de Saúde.

"A ministra não respeita os médicos e está a afastar as pessoas do SNS"

"Os profissionais da Saúde estão insatisfeitos". É desta forma que Miguel Guimarães classifica, em entrevista à RTP3, o estado de ânimo de todos aqueles que trabalham neste setor em Portugal.

O bastonário da Ordem dos Médicos admitiu que em termos de assistência aos doentes o país está melhor do que estava há quatro anos, no entanto, “estamos pior em condições de trabalho, sem margem para dúvidas”.

“Estamos numa fase em que temos uma grande deficiência de capital humano. Há equipamentos que já deviam ter sido encostados e isto não foi corrigido”, afirmou o responsável.

Embora reconheça que “há mais médicos e enfermeiros”, Miguel Guimarães explica que a “força de trabalho é a mesma”, uma situação que se explica com o aumento do número de “internos que não têm autonomia, mas que constam nas contas do Governo”.

Face a tudo isto, o bastonário não tem dúvidas de que o “Serviço Nacional de Saúde precisa de reformas”.

Passando para o plano político, Miguel Guimarães disparou na direção da ministra da Saúde, mas Mário Centeno também não foi poupado. “O Ministério das Finanças é, neste momento, aparentemente, o principal bloqueio ao investimento na Saúde, apesar de haver mais dinheiro para a Saúde, porque o PIB subiu”.

Já Marta Temido, garante o bastonário, “não tem a confiança dos médicos” porque “não está a fazer por merecê-la”, tendo em conta as várias declarações públicas que tem vindo a fazer.

“É muito difícil para quem dá o melhor todos os dias pela Saúde das pessoas, para quem salva vidas todos os dias, ter um tratamento por parte da tutela como tem tido”, lamenta, considerando que as “afirmações que a ministra vai fazendo são desconsiderações, para ser simpático”.

Em jeito de conclusão, o responsável acusou Marta Temido de “não respeitar os médicos” e que, por isso, não só “perde credibilidade, como está a afastar as pessoas do SNS”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório