Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Carro da PSP vandalizado com a palavra "racista"

A denúncia foi feita por uma das associações sindicais que representam os agentes da Polícia de Segurança Pública. Viatura foi vandalizada em Chelas, Lisboa.

Carro da PSP vandalizado com a palavra "racista"

O ‘verniz estalou’, ou voltou a estalar, no final da semana passada aquando da transmissão do primeiro episódio de uma reportagem da SIC sobre as atuações policiais em bairros problemáticas.

Manuel Morais, agente do Corpo de Intervenção da PSP, foi um dos entrevistados e, à semelhança do que já tinha defendido, voltou a dizer que existe “preconceito racial” na sociedade, o que inclui os polícias.

Nesta senda, foi criada uma petição a pedir a demissão de Manuel Morais do cargo de vice-presidente da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP) e, posteriormente, uma viatura policial foi vandalizada.

A denúncia foi feita no domingo pelo Sindicato Unificado de Polícia (SUP/PSP) que, no Facebook, publicou a fotografia de um carro da PSP onde foi escrito “racista”.

Para Peixoto Rodrigues, o presidente do SUP, “é isto que acontece quando alguém faz declarações contra os próprios colegas e o líder desse sindicato [ASPP/PSP] diz que ‘tais declarações não me causam incómodo’”.

O problema, sublinha o sindicalista, é que “para todos os polícias [estas declarações] causam e muito [incómodo pois] é a sua imagem e integridade física que está em causa”.

Em declarações ao Notícias ao Minuto, Peixoto Rodrigues comentou a reportagem da SIC, dizendo que “não adianta passar a ideia de que os polícias são preconceituosos”, pois “ficou provado que a atuação dos polícias foi com sustentação legal, sem qualquer abuso, racismo ou tortura”, referindo-se aos casos mostrados na peça jornalística.

Relativamente às declarações de Manuel Morais, Peixoto Rodrigues frisou que “qualquer órgão de polícia criminal que tenha conhecimento de factos suscetíveis da prática de qualquer crime deve denunciá-los ao Ministério Público, sob pena de ele próprio estar a incorrer no mesmo”.

O Notícias ao Minuto já questionou Manuel Morais a este respeito, mas até ao momento não obteve resposta.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório