Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Hacker Rui Pinto vence prémio europeu para denunciantes

Os outros premiados foram Julian Assange e Yasmine Motarjemi.

Hacker Rui Pinto vence prémio europeu para denunciantes
Notícias ao Minuto

15:27 - 16/04/19 por Fábio Nunes com Lusa 

País Distinção

Rui Pinto é um dos vencedores do GUE/NGL Award, um prémio europeu para 'Jornalistas, Denunciantes e Defensores do Direito à Informação'. Segundo o site dos eurodeputados da Esquerda do Parlamento Europeu, o hacker português partilha o prémio de vencedor com Julian Assange, o fundador do Wikileaks, e Yasmine Motarjemi, ex-vice-presidente da Nestlé, que denunciou os lapsos de segurança alimentar da empresa. 

Os vencedores foram anunciados esta terça-feira no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, e vão receber cinco mil euros pelo trabalho desenvolvido. 

Dos três vencedores, apenas Yasmine Motarjemi está em liberdade. Rui Pinto encontra-se atualmente detido em Portugal e aguarda julgamento, enquanto que Julian Assange foi detido pelas autoridades britânicas na embaixada do Equador em Londres na passada quinta-feira.

No ano passado, foram distinguidos o jornalista eslovaco de investigação Ján Kuciak, que foi assassinado, e ainda o denunciante da LuxLeaks, Raphaël Halet.

Hoje foi, inclusive, aprovada no Parlamento Europeu a primeira lei europeia para os 'whistleblowers' (em português, denunciantes). O objetivo é criar um enquadramento legal de proteção uniforme em toda a UE, já que, atualmente, isso varia consoante o Estado-membro.

No caso de Rui Pinto, não irá beneficiar diretamente da nova lei, sendo que não agiu no seio de uma organização, como prevê a diretiva, mas pode ser, ainda assim, abrangido pela ação em prol do interesse público, desde logo quando esta legislação é relacionada com outras existentes.

Rui Pinto terá acedido, em setembro de 2015, ao sistema informático da Doyen Sports Investments Limited, com sede em Malta, que celebra contratos com clubes de futebol e Sociedades Anónimas Desportivas (SAD).

É também suspeito de aceder ao email de elementos do conselho de administração e do departamento jurídico do Sporting e, consequentemente, ao sistema informático da SAD 'leonina'.

Rui Pinto está indiciado de seis crimes: dois de acesso ilegítimo, dois de violação de segredo, um de ofensa a pessoa coletiva e outro de extorsão na forma tentada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório