Meteorologia

  • 16 NOVEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

É oficial: Troço mortal do IC8 vai ser alvo de auditoria de segurança

No IC8, em especial no troço entre o nó de acesso à A1 e a saída para São João da Ribeira, perderam a vida oito pessoas no espaço de um mês. O Governo já entrou em ação, a pedido da autarquia.

É oficial: Troço mortal do IC8 vai ser alvo de auditoria de segurança
Notícias ao Minuto

13:08 - 23/10/18 por Filipa Matias Pereira 

País Pombal

O secretário de Estado  das Infraestruturas anunciou uma auditoria de segurança ao IC8, com particular incidência sobre o troço compreendido entre os quilómetros 33,7 e 35,8, entre o nó de acesso à A1 e a saída para São João da Ribeira. Em causa está o facto de, nos últimos tempos, se terem registado acidentes graves, com vítimas mortais, num troço desse itinerário complementar.

Recorde-se que, esta segunda feira, uma colisão frontal provocou a morte a dois condutores e a via esteve durante várias horas cortada à circulação nos dois sentidos. Caso semelhante ocorreu no passado dia 24 de setembro, onde, no mesmo local, perderam a vida seis pessoas.

Segundo o autarca da região, no último ano morreram 11 pessoas no concelho de Pombal vítimas de acidentes de viação. "Justifica uma atuação pontual para dar uma imagem de segurança aos cidadãos, que merecem que lhes seja dado o melhor e a atenção devida", afirmou Diogo Mateus à agência Lusa. 

O repto, saliente-se ainda, foi lançado pelo presidente da Câmara Municipal de Pombal, que convidou o Secretário de Estado das Infraestruturas a visitar o IC8. O convite ao governante, explica o comunicado enviado pela autarquia às redações, surgiu logo após a ocorrência de mais esta colisão frontal.

O município de Pombal já em finais de setembro endereçou um ofício às Infraestruturas de Portugal, empresa pública que é responsável pelo IC8. Na missiva, o autarca Diogo Mateus “solicitava uma correção urgente no traçado longitudinal da reta onde ocorreram os sinistros, passando a sinalética horizontal a exibir um duplo traço contínuo, reforçado com sinalética vertical”. Porém, até ao momento, lê-se no comunicado, a Infraestruturas de Portugal (IP) não respondeu à questão.

Contacta pelo Notícias ao Minuto, a IP "lamenta" as mortes que ocorreram ontem no IC8, sustentando que "o acidente ocorreu num troço (...), em reta com uma via por sentido, que se encontra em bom estado de conservação, tanto ao nível do pavimento como dos equipamentos de sinalização e segurança".

Além disso, revela que "logo após a ocorrência do acidente no passado dia 24 de setembro, nas imediações do local onde ocorreu o acidente de [segunda-feira], técnicos da IP realizaram no local as adequadas inspeções de segurança, tendo concluído pela não existência de deficiências ao nível da infraestrutura que pudessem estar na origem destes acidentes".

Neste sentido, justifica que possíveis "medidas de reforço ou reformulação da sinalização existente, ou de colocação de novos equipamentos de segurança", serão tidas em consideração se "a análise da sua viabilidade técnica, em curso pela IP, confirme que podem contribuir para um efetivo aumento das condições de segurança".

[Notícia atualizada às 20h45]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório