Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 14º

Edição

Guterres feliz com trégua na Síria mas espera que seja imediata

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, congratulou-se com a resolução aprovada hoje pelo Conselho de Segurança que prevê uma trégua de 30 dias na Síria, esperando que a mesma seja adotada imediatamente.

Guterres feliz com trégua na Síria mas espera que seja imediata
Notícias ao Minuto

23:59 - 24/02/18 por Lusa

Mundo Cessar fogo

Os 15 membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovaram hoje por unanimidade uma resolução que prevê um cessar-fogo humanitário de um mês, na Síria.

"O secretário-geral congratula-se com a aprovação pelo Conselho de Segurança de uma resolução que exige a cessação das hostilidades na Síria por pelo menos 30 dias", refere o porta-voz de Guterres, Stéphane Dujarric, em comunicado, citado pela agência de notícias espanhola EFE.

O porta-voz enfatiza que o secretário-geral espera que a resolução, que visa facilitar a provisão de ajuda humanitária e a retirada dos feridos e doentes, "seja implementada e mantida de imediato" e assinala que a ONU está preparada para fazer a sua parte.

Guterres recordou as partes em conflito da sua "obrigação absoluta" sob o Direito Internacional Humanitário e os direitos humanos para proteger "em todos os momentos" a população civil e as suas infraestruturas.

A este respeito, advertiu que os esforços para combater o terrorismo não substituem essa obrigação.

A resolução, impulsionada pela Suécia e pelo Kuwait, "exige" a todas as partes no conflito um cessar-fogo humanitário de pelo menos 30 dias em todo o território sírio.

A trégua autoriza, no entanto, que continuem as operações militares contra grupos considerados terroristas pelas Nações Unidas, incluindo o Estado Islâmico e a Frente Nusra.

Após intensas negociações, nomeadamente com a Rússia (aliado tradicional da Síria), a votação da resolução foi realizada cerca de duas horas mais tarde do que estava inicialmente prevista. Inicialmente, a votação estava agendada para hoje às 17:00 (hora de Lisboa).

O texto adotado "exige que todas as partes cessem as hostilidades sem demora pelo menos durante 30 dias consecutivos na Síria para uma pausa humanitária duradoura".

O objetivo, segundo a resolução elaborada pelo Kuwait e pela Suécia, é "permitir a entrega regular de ajuda humanitária, serviços e a retirada de doentes e de feridos mais graves".

"Não é um acordo de paz para a Síria, o texto é puramente humanitário", disse o embaixador da Suécia junto da ONU, Olof Skoog, co-signatário do texto com o seu homólogo do Kuwait.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório