Deslizamento de terras no Quirguistão mata 24 pessoas

Um deslizamento de terra matou hoje de madrugada 24 pessoas, incluindo nove crianças numa cidade do Quirguistão, avançou o ministério com a responsabilidade das situações de emergência à agência de notícias France Presse.

© Reuters
Mundo Bichkek

"Vinte e quatro cidadãos do Quirguistão, entre eles nove crianças, morreram no deslizamento de terra, no sul do país", disse a porta-voz do ministério, Elmira Sheripova.

PUB

Segundo a responsável, estão no local 266 profissionais de resgate, incluindo médicos e soldados.

O deslizamento de terra atingiu a localidade de Ayu, na região de Osh, no sul, às 06:40 hora local (01:40 em Lisboa), cobrindo seis casas, com pessoas no seu interior, acrescentou o ministério, em comunicado.

O ministro das Situações de Emergência, Koubatbek Boronov, esteve no local, por indicação do Presidente do Quisguistão, Almazbek Atambaïev, de acordo com um comunicado divulgado no 'site' da Presidência.

Boronov está a organizar a evacuação de 40 famílias que vivem perto da área atingida pelo desastre e quer instalá-las em tendas devido ao risco de novos deslizamentos de terra, de acordo com o comunicado do ministério.

Um responsável do distrito Alisher Bakichev disse à comunicação social local que os habitantes tinham recebido em março uma ordem de evacuação do ministério de Situações de Emergência, devido ao risco de deslizamentos de terra, e que 34 famílias já tinham deixado as suas casas, mas algumas deles acabaram por regressar.

As avalanches e os deslizamentos de terra são comuns no Quirguistão, cujo território é 95% montanhoso.

Em abril de 2004, um deslizamento de terra matou, pelo menos, 33 pessoas na região de Osh, após um deslizamento de terra no outono que causou a morte a cerca de 40 pessoas, também no sul do país.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser