Morreu o palhaço de Alepo que animava as crianças no meio da guerra

Alepo continua a ser alvo de bombardeamentos.

© Facebook/Mahmoud Al Basha
Mundo Síria

Anas al-Basha é mais um nome a juntar às vítimas de Alepo.

PUB

Aos 24 anos, o responsável do ‘Space for Hope’ terá morrido num bombardeamento atribuído às forças russas e do regime de Assad, acusou no Facebook o irmão de Anas, Mahmoud Al Basha.

Conta a BBC que Anas se distinguiu como o palhaço de Alepo. Apesar das difíceis condições, este sírio de 24 anos continuou na cidade até ao fim, levando prendas e tentando animar crianças que estão a crescer numa cidade devastada.

“Os russos e o regime de Assad mataram o meu irmão Anas. Anas, que se recusou a deixar Alepo e decidiu ficar para continuar o seu trabalho como voluntário para ajudar civis e dar prendas às crianças nas ruas e levar-lhes esperança”, escreveu Mahmoud Al Basha.

A notícia da morte deste voluntário foi confirmada igualmente pela Associated Press. A organização de que Anas era diretor suspendeu atividade na sequência desta morte.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS