Três estrangeiros detidos no fim de semana em Díli soltos por tribunal

O Tribunal Distrital de Díli libertou hoje três cidadãos estrangeiros, dois de Singapura e um do Paquistão, responsáveis de uma clínica privada em Timor-Leste, a Stamford Medical, e que tinham sido detidos no sábado.

© Getty Images
Mundo Justiça

"Foram libertados", confirmou à Lusa a fonte judicial, precisando que aos três homens foi aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência (TIR), sem que qualquer deles esteja impedido de viajar.

PUB

Apesar de várias tentativas, não foi possível à Lusa contactar com a equipa de defesa tendo fonte não oficial da clínica dito à Lusa que "possivelmente amanhã", quarta-feira, será divulgado um comunicado a "clarificar a situação".

Um dos responsáveis foi detido no aeroporto Nicolau Lobato, em Díli, no sábado quando estava prestes a sair para uma viagem até Denpasar, na ilha indonésia de Bali.

Testemunhas confirmaram à Lusa que viram o homem sair algemado e acompanhado por efetivos da Polícia Científica de Investigação Criminal (PCIC). Horas depois foram detidos os outros responsáveis, tendo os três sido apresentados hoje ao Tribunal Distrital de Díli.

Em causa está uma investigação sobre a importação de medicamentos, com fonte da clínica a explicar à Lusa que "todas as licenças estão em ordem" e que o centro esteve desde as detenções a funcionar "com total normalidade".

A operar em Timor-Leste desde 2012, a Stamford Medical trabalha com equipas médicas de vários países e é a clínica internacional de referência no país, usada tanto por cidadãos estrangeiros como timorenses.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS