Confirmada ordem de captura para ex-governador do Estado de Veracruz

O Governo mexicano confirmou hoje que existe uma ordem de captura contra Javier Duarte, que na semana passada abandonou o cargo de governador do Estado de Veracruz para enfrentar acusações de corrupção.

© DR
Mundo México

"Estamos a seguir várias pistas para poder localizá-lo", declarou à Rádio Fórmula o ministro da Governação, Miguel Ángel Osorio, referindo que a operação foi desencadeada após o juiz ter emitido a ordem de captura.

PUB

O ministro disse ainda não ter informações sobre a "saída legal" do país do político do Partido Revolucionário Institucional (PRI, do Presidente Peña Nieto), e revelou que a Interpol está informada.

Javier Duarte abandonou o governo do Estado de Veracruz em 12 de outubro, 48 dias antes do final do mandato, para enfrentar acusações de corrupção que considerou "infâmias". No próprio dia o Congresso designou para governador interino o secretário do Governo, Flavino Ríos.

O ex-governador estava a ser acusado nos últimos meses de possuir 25 propriedades no México e fora do país, utilizando nomes de familiares e conhecidos, avaliadas em 3.000 milhões de pesos (144,5 milhões de euros).

A procuradoria estatal desencadeou uma investigação e na terça-feira foi anunciada a detenção de duas mulheres relacionadas com um caso de "empresas fantasmas", ligadas à lavagem de dinheiro e que fizeram contratos com o Governo de Duarte.

Segundo uma investigação do 'media' digital Animal Político, pelo menos 645,7 milhões de pesos (31 milhões de euros) desapareceram do erário de Veracruz apenas entre 2012 e 2013 através destas operações.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS