Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
MIN 6º MÁX 17º

Edição

AO MINUTO: 83,89% com vacinação completa por cá: Internamentos aumentam

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: 83,89% com vacinação completa por cá: Internamentos aumentam

Portugal diagnosticou, nas últimas 24 horas, 599 novas infeções pelo novo coronavírus e duas mortes relacionadas com a Covid-19, indica o boletim da Direção-Geral de Saúde divulgado este domingo. Com esta atualização, o país passa a acumular 1.066.945 casos de infeção e 17.954 mortes atribuídas à doença. 

No sábado, foi anunciado que a 'task force' criou um núcleo que vai ajudar a assegurar a transição da vacinação contra a Covid-19 para a vacinação contra a gripe.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00- Boa noite! O acompanhamento ao MINUTO do desenrolar dos acontecimentos da Covid-19 no país e do mundo será retomado na manhã de segunda-feira. Já sabe, em caso de sintomas, mantenha-se isolado, contacte a Linha de Saúde 24 (808 24 24 24) e siga todas as recomendações. Lembre-se que a pandemia ainda não acabou. 

23h00 - O Brasil somou mais 8.668 contágios no último dia e 243 mortes relacionadas com a doença, de acordo com a atualização feita pelas autoridades sanitárias este domingo. No total, desde o início da pandemia, o país registou 21.351.972 casos de confirmados e 594.443 óbitos.

22h10 - 83,89% da população já completou a vacinação contra a Covid-19 em Portugal. Cerca de 8,27 milhões de pessoas em Portugal continental tinham a vacinação completa contra a covid-19 até às 19h de hoje, revelou à Lusa fonte oficial da 'task force' que coordena o processo de vacinação

20h34 - 36 novos casos em Moçambique, em dia sem óbitos. Moçambique verificou hoje 36 novos casos de covid-19, sem registo de mortes, e 52 recuperados, anunciou o Ministério da Saúde

20h29 - Madeira regista nove novos casos e 87 situações ativas. As autoridades da Madeira sinalizaram nove novos casos de covid-19 e mais oito doentes recuperados nas últimas 24 horas, tendo identificados 87 situações ativas num dia em que estão hospitalizadas seis pessoas, anunciou a Direção Regional de Saúde

19h32 - Angola com 326 casos confirmados nas últimas 24 horas. O país reporta ainda mais 14 mortes e 79 recuperações, segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde hoje divulgado

18h51 - Ainda se recorda do que muda em 1 de outubro? A partir de sexta-feira, Portugal passa a estar em situação de Alerta e "poderemos começar a permitir a reabertura de bares e discotecas com a exigência de Certificado Digital" para o acesso. Terminam ainda os limites de horários.

Já os restaurantes passam a não ter limite máximo de pessoas por grupo. Acaba também a exigência de Certificado Digital em restaurantes e estabelecimentos turísticos e de Alojamento Local. Chegam ao fim os limites de lotação para o comércio, casamentos e batizados e espetáculos culturais.

Recorde aqui tudo o que muda (e o que se mantém)

18h03 - Itália reporta 44 mortes e 3.099 novos casos de Covid-19 em 24h. Nas últimas 24 horas, Itália diagnosticou mais 3.099 contágios pelo novo coronavírus e 44 mortes relacionadas com a Covid-19, de acordo com a atualização feita este domingo pelas autoridades italianas. No total, desde o início da pandemia, Itália já registou 4.660.314 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus e 130.697  mortes relacionadas com a Covid-19. 

17h18 - "Será uma questão de dias". A Pfizer afirmou que "será uma questão de dias e não de semanas" até que a farmacêutica e a sua parceira BioNTech enviem dados para os reguladores dos EUA de modo a obter autorização federal para a vacina contra a Covid-19 para as crianças entre 5 e 11 anos, revela a Associated Press.

16h21 - Portugal com mais duas mortes e 599 contágios nas últimas horas. Portugal diagnosticou, nas últimas 24 horas, 599 novas infeções pelo novo coronavírus e duas mortes relacionadas com a Covid-19, indica o boletim da Direção-Geral de Saúde divulgado este domingo. Com esta atualização, o país passa a acumular 1.066.945 casos de infeção e 17.954 mortes atribuídas à doença. 

Contrariando a tendência dos últimos dias, o número de internados aumentou hoje. Estão hospitalizadas 415 pessoas, mais sete do que ontem. Nas Unidades de Cuidados Intensivos não se verificou qualquer alteração, permanecendo hospitalizadas 83 pessoas, o mesmo número do dia anterior. 

15h54 - Vários ataques informáticos estão a dificultar o lançamento do passe sanitário nos Países Baixos, informou o Ministério da Saúde neerlandês este domingo, de acordo com o El País. 

Os ataques bloquearam os servidores por momentos ontem, tendo impedido que o código QR fosse descarregado. 

Esses problemas já foram resolvidos. 

15h29 - A reabertura dos bares, restaurantes e discotecas na Noruega foi manchada por rixas violentas, segundo o The Guardian.

As pessoas celebraram o fim das restrições sanitárias este sábado e a noite ficou marcada por excessos. As cenas de violência verificaram-se nas principais cidades norueguesas, como Bergen e Trondheim. As rixas mais graves ocorreram em Oslo. 

14h39 - Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, seis novos casos positivos de Covid-19, todos em São Miguel, e 13 pessoas recuperaram da doença, informa hoje a Autoridade de Saúde açoriana.

13h57 - África registou mais 459 mortes associadas à Covid-19, o que eleva para 209.747 o total de óbitos desde o início da pandemia, e 38.753 novos casos, de acordo com os dados oficiais mais recentes.

13h07 - A pandemia de Covid-19 fez pelo menos 4.740.525 mortes no mundo desde que o gabinete da OMS na China declarou a doença, no final de dezembro de 2019, segundo um balanço feito hoje pela AFP a partir de fontes oficiais.

12h08 - O governo da Guiné-Bissau prolongou hoje o estado de calamidade no país até 10 de outubro devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, segundo um decreto divulgado à imprensa.

11h09 - A Coreia do Sul planeia administrar a terceira dose da vacina contra a Covid-19 aos grupos prioritários, nos próximos meses, anunciou hoje o governo.

10h45 - A Rússia registou 805 mortes causadas pela Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo os dados divulgados este domingo pelo governo. 

9h35 - China confirmou a administração de 3,2 milhões de doses nas últimas 24 horas, elevando o número total de doses administradas para quase 2,2 mil milhões, de acordo com a Comissão de Saúde Nacional, citada pelo Guardian.

8h52 - Barcelona reforça policiamento numa altura em que ajuntamentos proliferam. As autoridades policiais de Barcelona reforçaram, no sábado, a zona da Praça de Espanha para evitar incidentes como o da noite anterior, em que uma rixa em massa de 40.000 jovens levou a atos de vandalismo e agressões. Este reforço surge numa altura em que os ajuntamentos de jovens (botellóns) se espalha por todo o país, como explica o El Mundo.

8h31 - Nova Iorque considera usar Exército para substituir profissionais de Saúde não vacinados. O estado de Nova Iorque estará a considerar utilizar membros da National Guard (Exército) para substituir profissionais de Saúde não vacinados ou que se encontrem fora do estado, diz o New York Times. A solução servirá para colmatar possíveis faltas de pessoal, se os profissionais de Saúde não se vacinarem até à próxima segunda-feira.

7h40 - Alemanha reporta mais 7.774 casos de infeção e 28 nas últimas 24 horas. As autoridades de Saúde alemãs reportam, este domingo, mais 7.774 novos casos de infeção, elevando o número total para 4.196.378. Ainda de acordo com o Instituto Robert Koch (RKI), foram reportados mais 28 óbitos associados à doença causada pelo vírus SARS-CoV-2.

7h39 - Irlanda acaba com quarentena obrigatória para entrada no país. A República da Irlanda decidiu acabar com a obrigatoriedade de quarentena para todos os que entram no país, uma medida que vigorava desde março para conter a propagação da Covid-19, anunciou no sábado o governo irlandês.

7h35 - Condenado a dois anos e meio homem no Vietname por propagar a doença. Um tribunal no Vietname condenou um homem a dois anos e meio de prisão por violar as regras de contenção da Covid-19 e por espalhar o coronavírus a pelo menos quatro pessoas, noticiou hoje a imprensa local.

7h30 - Bom dia! Estamos a iniciar um novo acompanhamento, este domingo. Clique aqui para conferir as atualizações de sábado, relativamente à pandemia do novo coronavírus.

Leia Também: AO MINUTO: Task Force ajuda no desafio gripe; Passe sanitário causa baixa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório