Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

Pelo menos 32 mortos e 74 feridos em confrontos no norte dos Camarões

Pelo menos 32 pessoas morreram e 74 ficaram feridas em confrontos entre pastores e pescadores na última semana na região Extremo-Norte dos Camarões, anunciou hoje a Organização das Nações Unidas (ONU).

Pelo menos 32 mortos e 74 feridos em confrontos no norte dos Camarões

Um primeiro balanço, relatado pelas autoridades camaronesas, apontava para 12 pessoas mortas e 48 feridos na última semana.

"No total, 19 aldeias foram queimadas" no distrito de Logone-Birni, perto da fronteira com o Chade, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que estimou que a violência "causou a morte de 32 pessoas e feriu 74".

Os confrontos entre pastores árabes choa e os pescadores mousgoum foram provocados por tensões sobre a pesca e os recursos agrícolas.

"O acontecimento mais grave deste tipo registado anteriormente foi em 2019 e resultou na morte de uma pessoa", segundo a ONU, citada pela agência France-Presse.

"Nos Camarões, as autoridades locais do Extremo-Norte estão a trabalhar para restaurar a calma e prestar assistência às vítimas", continuou a organização.

O governador da região Extremo-Norte, Midjiyawa Bakari, disse que "tudo começou com um incidente banal" entre duas pessoas que acabou por escalar para confrontos entre as comunidades.

Durante a violência foram utilizadas catanas, facas e flechas, disse uma autoridade local à AFP.

Os confrontos levaram 11.000 pessoas de ambos os grupos a atravessar a fronteira perto das suas aldeias para procurar refúgio no Chade.

"Estes deslocados são compostos por 85% de mulheres e crianças", disse a representante do ACNUR no Chade, Iris Blom, no domingo.

De acordo com a ONU, os deslocados "necessitam urgentemente de abrigo, especialmente durante a estação chuvosa", uma vez que "muitos estão a dormir debaixo de árvores".

Os confrontos sangrentos entre comunidades são relativamente raros nos Camarões.

Leia Também: RCA: Missão da ONU recebe reforço de 300 Capacetes Azuis ruandeses

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório