Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

AO MINUTO: Mais de 1.100 recuperados em 24h por cá; PS afasta Emergência

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Mais de 1.100 recuperados em 24h por cá; PS afasta Emergência
Notícias ao Minuto

08:10 - 27/04/21 por Mafalda Tello Silva

Mundo Covid-19

O Presidente da República, o presidente da Assembleia da República, o primeiro-ministro e os representantes dos partidos reuniram-se, esta manhã, com peritos de saúde pública de várias instituições para uma análise da evolução da pandemia no país. 

A vigésima sessão sobre a "situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal" - que decorreu, mais uma vez, no Infarmed, em Lisboa -, ocorreu na semana em que o Governo decidirá se Portugal avança para a quarta e última fase do plano de desconfinamento, que está prevista iniciar-se a 3 de maio.

O dia de hoje vai ainda ser marcado por mais uma ronda de audiências entre Marcelo Rebelo de Sousa e os partidos com assento parlamentar sobre o possível fim do Estado de Emergência. O chefe de Estado já disse esperar que este terminasse na sexta-feira, 30 de abril. 

Enquanto grande parte dos países lá fora enfrenta um agravamento da pandemia numa nova vaga, os números epidemiológicos em Portugal continuam a diminuir, sendo que nas últimas 24, foram reportados cinco óbitos e 353 casos.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h50 - Este registo terminou. Continue a acompanhar aqui os principais desenvolvimentos da pandemia, nesta terça-feira, em Portugal e no resto do mundo. E, não se esqueça: se sentir sintomas relacionados com o coronavírus ligue para a Linha SNS24 - 808 24 24 24.

15h48 - Madeira admite que pode recuar nas medidas de desconfinamento. O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, disse hoje que o executivo não hesitará em recuar nas medidas de desconfinamento perante um eventual agravamento da situação epidemiológica e sublinhou que a região atravessa um "período crítico".

15h44 - Presidente angolano quer mais solidariedade e melhor acesso às vacinas. O Presidente angolano apelou hoje à solidariedade dos parceiros internacionais para ajudar o continente africano a recuperar dos estragos da crise sanitária global, salientando que é "urgente" corrigir as dificuldades de acesso às vacinas nestes países.

15h40 - Mais de 33 milhões de pessoas vacinadas no Reino Unido. O ministro da saúde britânico Matt Hancock revelou hoje que 33.843.580 pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Ainda segundo o responsável, citado pela Sky News, um quarto da população adulta já se encontra totalmente imunizado.

15h33 - Apoios à economia "vão continuar custe o que custar". O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, prometeu, esta terça-feira, que os apoios à economia vão manter-se "custe o que custar", enquanto a atividade económica estiver condicionada pela pandemia. "Como disse no passado, os apoios às famílias, aos trabalhadores e às empresas vão continuar custe o que custar, enquanto a atividade económica estiver condicionada pela pandemia", garantiu o ministro das Finanças, no Parlamento. 

15h31 - Banco Africano já emprestou mais de 3 mil milhões contra a pandemia. O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) anunciou hoje que já desembolsou mais de 3 mil milhões de euros desde o início da pandemia para ajudar os países africanos a suportarem os efeitos desta crise sem precedentes.

15h23 - Palácio do Gelo: Centro comercial testa lojistas e staff. O centro comercial Palácio do Gelo, em Viseu, retomou em pleno a sua atividade após a terceira fase do desconfinamento. A par disso, realizou um plano de testagem à Covid-19 dirigido aos membros do staff e aos lojistas

15h17 - "Vamos deixar de estar em Estado de Emergência". De acordo com o líder da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, o Presidente da República prepara-se para não renovar o Estado de Emergência. "Teremos chegado ao fim desta saga que tanto tem prejudicado o país", revelou o deputado único dos liberais, em declarações aos jornalistas, após ter estado reunido com Marcelo Rebelo de Sousa. 

15h12 - Variante sul-africana aumenta em Paris. O ministro da Saúde francês, Olivier Veran, revelou hoje que a prevalência da variante sul-africana do novo coronavírus aumentou em Paris. De acordo com o The Guardian, o governante avançou ainda que não foram detetados casos da nova estirpe indiana na capital. 

15h09 - Verdes defendem (novamente) o fim do Emergência. O Partido Ecologista 'Os Verdes' (PEV) defendeu hoje o fim do Estado de Emergência como resposta à pandemia de Covid-19 e apelou ao aumento da testagem e da vacinação dos portugueses.

"Não faz sentido continuar com o estado de emergência, porque já, o dissemos, não é o estado de emergência que nos protege da doença, é sim testar, isolar, rastrear e vacinar para ficarmos com uma imunidade que nos proteja nos próximos tempos", afirmou a deputada do PEV Mariana Silva aos jornalistas.

15h02 - Vacinação? Auto-agendamento é "fundamental na aceleração do ritmo". Em declarações aos jornalistas, o secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, sublinhou, esta tarde, que o "auto-agendamento é muito importante".

"Quando o agendamento era realizado pelas unidades de saúde, isso consome tempo aos profissionais. Tudo o que puder não ser utilizado a telefonar às pessoas é melhor e melhora todo o processo. (...) As vacinas com auto-agendamento começam a ser dadas a partir de amanhã e acreditamos que é fundamental na aceleração do ritmo", destacou. 

14h58 - Mais de 160 mil pessoas já utilizaram portal de auto-agendamento. O Serviço Nacional de Saúde (SNS) confirmou, esta terça-feira, que "mais de 160 mil pessoas já utilizaram já o novo portal do auto-agendamento, lançado na sexta-feira". A informação foi partilha num comunicado, divulgado nas redes sociais. 

14h53 - Comissão Europeia agradece ajuda à Índia, incluindo de Portugal. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, agradeceu hoje aos seis Estados-membros, incluindo Portugal, que já disponibilizaram ajuda à Índia para fazer face à pandemia da covid-19 através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

14h42 - UE alerta para potencial discriminatório do certificado de vacinação. O Conselho da Europa alertou hoje para o potencial caráter discriminatório do certificado digital elaborado pela União Europeia (UE) para comprovar a vacinação contra a doença Covid-19 e facilitar a circulação dentro do espaço comunitário.

"Quando se trata de certificados de vacinação ou passaportes, é compreensível que as pessoas procurem uma maneira de viver as suas vidas de uma forma mais normal, mas as diferenças injustificadas no tratamento das pessoas com base no seu estado de saúde podem levar à discriminação", advertiu a secretária-geral do Conselho da Europa, Marija Pejcinovic Buric, durante um seminário promovido pelo Centro Europeu de Estudos Políticos (CEPS, na sigla em inglês) em Bruxelas.

14h40 - PSD vê "margem" para se usar outros instrumentos para lá da Emergência. O PSD defendeu hoje que existe margem, em função dos dados da evolução da pandemia de Covid-19, para usar "outros instrumentos legais" para lá do Estado de Emergência, embora remetendo essa avaliação para o Presidente da República.

14h34 - CDS defende reforço da testagem de jovens entre os 10 e os 19 anos. O CDS defendeu hoje o reforço da testagem dos jovens entre os 10 e os 19 anos e pediu a inclusão nesta fase de vacinação dos idosos com mais de 80 anos que já tenham estado infetados.

"O CDS volta a insistir com o Governo para que reforce a testagem entre os 10 e os 19 anos de idade, faixa etária onde a doença progrediu 60% desde a última reunião", afirmou a porta-voz do CDS, num curto vídeo enviado aos jornalistas, após 20.ª sessão sobre a situação da covid-19 em Portugal, no Infarmed, em Lisboa.  

14h29 - Espanha impõe quarentena obrigatória a pessoas procedentes da Índia. A Espanha vai impor uma quarentena obrigatória a todas as pessoas procedentes da Índia, apesar de não haver voos diretos, como medida de controlo sanitária face a notícias sobre a deteção de uma nova variante do novo coronavírus.

14h24 - Alunos protestam quinta-feira contra a falta de condições nas escolas. Os estudantes dos ensinos básico e secundário vão concentrar-se na quinta-feira em frente ao Ministério da Educação, num protesto contra a falta de condições nas escolas, que dizem agravada pela pandemia de Covid-19.

A iniciativa, promovida pelas associações de estudantes da Escola Artística António Arroio e da Escola Secundária de Camões. 

14h19 - "Evolução é positiva". Governo está em "condições de decidir". O primeiro-ministro defendeu hoje que o combate à epidemia de Covid-19 está a evoluir de forma positiva no país e que as conclusões dos especialistas habilitam o Governo a tomar decisões sobre o plano de desconfinamento.

A posição foi transmitida por António Costa na rede social Twitter, após 20.ª sessão sobre a situação da covid-19 em Portugal, no Infarmed, em Lisboa.

14h04 - Portugal regista mais 5 mortes e 353 novos casos. Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 5 mortes e 353 novos casos relacionados com a Covid-19. Os dados constam do mais recente boletim divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). 

De ontem para hoje, foram contabilizados menos 846 casos ativos e mais 1.194 pessoas recuperaram da doença no país. 

13h45 - Bélgica fecha fronteiras a viajantes do Brasil, Índia e África do Sul. As autoridades belgas decidiram hoje proibir a entrada no país de viajantes provenientes do Brasil, Índia e África do Sul, para tentar prevenir a propagação das variantes locais da Covid-19, anunciou o gabinete do primeiro-ministro, Alexander De Croo

13h39 - "Entendemos que há condições para a nova fase do desconfinamento". A afirmação foi proferida por José Luís Carneiro, dirigente do PS, após a reunião na sede do Infarmed, vincando neste sentido que o Estado de Emergência "não é estritamente necessário" nesta próxima fase.

13h31 - Schalke 04 com dois casos positivos depois de sofrer ataque de adeptos. Um jogador e um membro do 'staff' técnico do Schalke 04 testaram positivo à Covid-19, dias depois da equipa ter sofrido um ataque dos próprios adeptos, revelou hoje o clube em que atua o futebolista português Gonçalo Paciência.

13h24 - Concerto em Barcelona mostra que grandes eventos podem ser seguros. O teste piloto que teve lugar num concerto com 5.000 pessoas em Barcelona há um mês mostrou que estes eventos de massas podem ser seguros se forem tomadas as medidas adequadas, de acordo com um estudo publicado hoje.

Notícias ao Minuto Palácio Sant Jordi, em Barcelona, durante uma conferência de imprensa com os organizadores após o concerto. © Reuters

13h16 - Pandemia já matou 3,12 milhões de pessoas no mundo. A pandemia do novo coronavírus matou até hoje pelo menos 3.122.150 pessoas no mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias AFP a partir de fontes oficiais. Mais de 147.736.620 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia.

13h12 - Portugal envia medicamentos e oxigénio para a Índia. Portugal vai enviar medicamentos antivirais e oxigénio para a Índia para ajudar o país a combater a Covid-19, anunciou esta terça-feira, em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros. 

13h18 - Limitação etária de duas vacinas pode condicionar 2,7 milhões de vacinas. O coordenador da 'task force' para o plano de vacinação admitiu hoje que a limitação de idade a dois tipos de vacinas pode condicionar a utilização de meio milhão de vacinas no segundo trimestre e 2,7 milhões no terceiro trimestre. "O limite de idade aos dois tipos de vacinas que estamos a utilizar pode condicionar a utilização até meio milhão de vacinas, apesar de estamos a tomar medidas para mitigar este processo", disse o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo na reunião do Infarmed, em Lisboa, que reuniu esta manhã especialistas, o Presidente da República, o Governo e representantes dos partidos.

13h11 - Ministra admite condicionamentos no plano de vacinação. A ministra da Saúde, Marta Temido, reconheceu hoje, após a reunião no Infarmed, que as entregas das farmacêuticas e os limites de idade para administração em duas das quatro vacinas disponíveis (AstraZeneca e Janssen) "podem condicionar o plano de vacinação contra a Covid-19.

13h01 -  Governo já está a "preparar" a próxima fase do desconfinamento. Marta Temido, ministra da Saúde, começou por sublinhar, em conferência de imprensa, que a diminuição da letalidade da Covid-19, no país, "é o aspeto mais positivo de todos aqueles resultados que foram alcançados já nesta longa luta" contra a pandemia. Concluindo os dados apresentados pelos peritos, a ministra defendeu, que, hoje é possível dizer-se que o "país está a controlar a pandemia" e adiantou que o Governo já está a "preparar" a próxima fase do desconfinamento

12h37 - Madeira já administrou mais de 81 mil vacinas desde dezembro. A Madeira já administrou 81.673 vacinas contra a Covid-19 desde 31 de dezembro de 2020, indicou hoje a Direção Regional de Saúde, referindo que 60.077 correspondem à primeira dose e 21.596 à segunda dose.

12h17 - Número de casamentos em Portugal foi o mais baixo desde que há registos. O número de casamentos em Portugal em 2020 foi o mais baixo desde que há registos, caindo quase para metade em relação a 2019, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

12h12 - Linha de apoio ao turismo reforçado com 20 milhões de euros. O Governo reforçou em 20 milhões de euros a linha de apoio à tesouraria das micro e pequenas empresas do turismo, cuja procura representa uma taxa de compromisso de cerca de 98%, revela despacho hoje publicado.

11h55 - "Progresso da vacinação merece ser saudado e destacado". Marcelo destaca efeito da vacinação na redução da mortalidade. No final das intervenções dos especialistas no Infarmed, o Presidente da República deixou umas palavras por videoconferência. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que a "letalidade e a mortalidade vão acompanhando em sentido inverso o avanço da vacinação".

"O progresso da vacinação merece ser saudado e destacado", considerou. O chefe de Estado aproveitou ainda o momento para deixar um agradecimento a todos os especialistas pelas análises e apreciações que têm realizado há mais de um ano, dados que têm sido cruciais para os decisores políticos.

11h41 - PS Açores quer saber se concelhos com mais casos são prioritários. O PS/Açores considerou hoje ser urgente que o Governo Regional indique se os concelhos com mais casos de Covid-19 vão ser prioritários na vacinação, adotando assim "um critério semelhante" ao do Continente.

11h38 - Coordenador da tak force apresenta balanço sobre vacinação. Para encerrar a reunião com especialistas no Infarmed, o vice-almirante Gouveia e Melo realizou um balanço sobre o processo de vacinação em Portugal. De acordo com o responsável, entre hoje e amanhã, o Continente deverá chegar aos três milhões de doses de vacinas administradas, sendo que, se se incluir as regiões autónomas, as inoculações já ultrapassam os referidos três milhões. 

"[Neste momento] Estamos a progredir fortemente entre a faixa etária dos 70 aos 79 anos. A faixa etária dos 80 anos já está totalmente vacinada com pequenas exceções", informou também, acrescentando que este grupo deverá ficar 100% imunizado no final desta semana.

Gouveia e Melo adiantou também que a 23 de maio estima-se ter "todo o grupo dos 60 anos para cima coberto", uma faixa etária da população que representou "96,04% dos óbitos por Covid-19". 

"Entre agosto e setembro, teremos 70% da população vacinada, o que equivale a ter o grupo de 30 anos para cima praticamente todo vacinado", previu ainda o vice-almirante. 

11h22 - PSD quer despesas do teletrabalho definidas entre as partes. O PSD entregou um projeto-lei para regular o teletrabalho que remete o pagamento de despesas acrescidas para um contrato ou instrumento coletivo entre empresa e trabalhador, e que, para efeitos fiscais, sejam consideradas custos das empresas.

11h13 - Probabilidade de morrer de Covid-19 sofreu uma "variação brutal". Na quarta intervenção da manhã na reunião no Infarmed, Henrique Barros, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, sublinhou, por videoconferência, que o papel crucial da continuação do plano de vacinação no que diz respeito ao combate à pandemia. 

Segundo o perito, nos últimos meses, a probabilidade de morrer por causa da Covid-19 sofreu uma "variação brutal" ao longo dos últimos meses, expôs o perito, a falar no Infarmed, sendo que, em abril, a letalidade da doença é cerca de "cinco vezes mais baixa" do que no início da pandemia no país

11h05 - Marcelo fala hoje ao país. O Presidente da República vai falar ao país, esta terça-feira. A RTP avança que a comunicação está prevista para as 20h00. 

10h52 - Seis casos da variante indiana em Portugal. Ainda sobre a prevalência de variantes do novo coronavírus em Portugal, o especialista João Paulo Gomes revelou que já foram identificados no país seis casos da nova estirpe indiana, todos na região de Lisboa e Vale do Tejo. 

"Detetámos esta semana os primeiros casos. Vamos estar obviamente atentos e vamos estar com esperança de que o processo de vacinação se sobreponha a tudo isto", afirmou o perito, acrescentando que a situação atual referente às variantes em Portugal "não é impeditiva da continuação do plano de desconfinamento". 

10h45 - Variante do Reino Unido? Cerca de "89% ou 90%" em Portugal. João Paulo Gomes, do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, informou, também durante a reunião no Infarmed, que a variante do Reino Unido em Portugal corresponde a cerca de "89% ou 90%" do total de casos registados, sendo que há duas semanas representava 83% dos contágios. 

Quanto à variante da África do Sul, houve 11 casos nos últimos 15 dias no país.

10h42 - Rastreio a trabalhadores dos Mercados de Benfica, Ajuda, Campo de Ourique e Ribeira. A Câmara Municipal de Lisboa informa que decorre esta terça-feira uma ação de "testes de rastreio à Covid-19 a comerciantes e trabalhadores dos Mercados de Benfica, Ajuda, Campo de Ourique e Ribeira". 

A testagem irá decorrer até às 14h de hoje, esclarece ainda o município. 

10h32 - Rt no Norte acima de 1. Baltazar Nunes, do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, foi o segundo interveniente esta manhã na reunião no Infarmed. O especialista começou por informar que, no que diz respeito ao índice de transmissibilidade" (Rt), só a região Norte é que tem o Rt acima de 1 (1,05) no país, ainda que a taxa de incidência seja inferior a 120 casos por 100.000 habitantes em 14 dias.

Se se mantiver esta tendência, o Norte poderá entrar nas linhas vermelhas da matriz de risco entre "duas semanas e um mês". Ainda assim, Baltazar Nunes sublinhou que ainda há tempo para tomar medias com vista a baixar o Rt desta zona do país. 

A nível nacional estima-se que o Rt esteja a 0,99. 

10h21 - Norte em tendência crescente e Algarve em decrescente. Ainda de acordo com André Peralta Santos, no Norte registou-se uma tendência crescente da pandemia, embora a região ainda se encontre abaixo dos 120 casos por 100.000 habitantes. No Algarve, a tendência é a contrária, visto que se iniciou uma tendência decrescente.

10h15 - Número de infetados na faixa etária dos 10 aos 20 anos "cresceu bastante". Segundo o especialista André Peralta Santos, a incidência do novo vírus no grupo etário dos 10 aos 20 anos "cresceu bastante", enquanto o dos 0 aos 9 anos - que estava a subir há duas semanas - inverteu a tendência. Ainda assim, o responsável da DGS sublinhou que estes dados não geram preocupação. 

Já o grupo acima dos 80 anos "mantém uma tendência decrescente e é, neste momento, o grupo mais protegido".

10h13 - Paredes, Paços de Ferreira e Penafiel "causa preocupação", Odemira melhora. André Peralta Santos revelou também que o agravamento da pandemia em Paredes, Paços de Ferreira e Penafiel "causa alguma preocupação". Já em Odemira, um dos concelhos com maior incidência do país, verifica-se uma "inversão de tendência".

10h07 - Incidência está "estável" em Portugal. Como é habitual, a ministra da Saúde abriu a sessão de hoje no Infarmed. Seguiu-se André Peralta Santos, da DGS, que começou por revelar que, nos últimos 14 dias, a incidência da se manteve "estável", ainda que se tenha verificado um aumento dos concelhos mais afetados, sendo que há, neste momento, 37 concelhos acima dos 120 casos por 100.000 habitantes. Ainda assim, nos grandes centros urbanos há uma "ligeira tendência decrescente", afirmou o responsável.

10h02 - Já começou a reunião no Infarmed. Já arrancou a vigésima sessão sobre a "situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal", que decorre esta manhã no Infarmed, em Lisboa.

Acompanhe aqui em direto: 

09h52 - África com mais 275 mortos e 40.181 infetados. África registou mais 275 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 120.420 desde o início da pandemia, e 40.181 novos casos de infeção, segundo os dados oficiais mais recentes no continente.

09h49 - Apple promete ajuda para combater Covid-19 na Índia. Índia vive atualmente um aumento ‘galopante’ de novos casos de Covid-19. Os recursos começam a escassear e o CEO da Apple, Tim Cook, prometeu enviar ajuda.

"No meio de um aumento devastador de casos de Covid-19 na Índia, os nossos pensamentos estão com os profissionais de saúde, a nossa família da Apple e toda a gente que está a lutar nesta fase horrível da pandemia. A Apple doará para apoiar meios de ajuda no local", pode ler-se no ‘tweet’ partilhado por Cook.

09h23 -  Inglaterra permite agendamento de vacinação para pessoas com 42 anos para cima. A partir de hoje todos as pessoas saudáveis em Inglaterra com 42 anos ou mais podem agendar online a vacinação contra a Covid-19, adianta o The Guardian. 

09h04 - Portugal sobe 13 posições no ranking de países onde se está melhor. Portugal subiu 13 lugares no ranking da Bloomberg sobre os melhores locais para se estar em plena pandemia. O nosso país ocupa assim a 23.º posição numa lista que é liderada por Singapura e que foi atualizada na segunda-feira, dia 23 de abril. 

08h56 - Restrições na mobilidade são eficazes durante pouco tempo. Um estudo realizado por investigadores da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign, nos Estados Unidos, aponta que tentativas de limitar a mobilidade da população de modo a diminuir e a controlar o contágio da Covid-19 são eficazes somente por um curto período de tempo.

08h43 - Covid-19 pode aumentar em 20 vezes risco de morte em grávidas. A pesquisa internacional, divulgada no JAMA Pediatrics, avaliou 2,1 mil gestantes e estimou que o risco de morte daquelas que sofriam de Covid-19 era 20 vezes mais elevado, comparativamente a grávidas que não sofriam da doença - conforme explica um artigo publicado na revista Galileu.

O estudo foi realizado por investigadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, e de Washington, nos Estados Unidos. 

08h39 - Japão vai abrir centros de vacinação em massa operados pelo exército. O Governo do Japão anunciou hoje o estabelecimento de centros de vacinação em massa contra a Covid-19, dirigidos pelas forças de autodefesa japonesas e que vão começar a funcionar em finais de maio.

08h18 - OMS recomenda países a garantirem vacinação de pessoas com deficiências. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou, esta manhã, para o facto das pessoas com deficiências serem "desproporcionalmente" mais afetadas pela pandemia da Covid-19, "especialmente quando o fornecimento de vacinas é limitado".

"Os países devem garantir que pessoas  elegíveis com deficiências têm o mesmo acesso à vacinação que os restantes cidadãos", recomendou o organismo internacional, numa mensagem partilhada no Twitter. 

08h02 - Índia com 2.771 mortos e 323.144 casos. A Índia contou menos 41 mortos devido à Covid-19 e quase menos 30 mil casos, nas últimas 24 horas, na primeira descida dos óbitos em 14 dias e dos casos numa semana, foi hoje anunciado. Ainda assim, o Ministério da Saúde indiano contabilizou 2.771 mortos e 323.144 casos da doença.

07h54 - "Grupo dos 13 aos 17 anos teve aumento de 400% desde 6 de abril". O matemático Carlos Antunes fez, esta terça-feira na TVI24, um balanço sobre a situação epidemiológica em Portugal. Para o especialista, "os números estão estabilizados".

Contudo, Carlos Antunes aponta que "há um grupo específico dos 13 aos 17 que teve um aumento de 400% desde 6 de abril", salientando, porém, que esta é uma parte da população que "não acarreta riscos, quer do ponto de vista de internamentos, quer de óbitos". 

07h43 - Bruxelas "moderadamente otimista" perante melhorias na economia europeia. A Comissão Europeia está "moderadamente otimista" relativamente às previsões económicas da primavera, que serão divulgadas em maio, por revelarem que a economia europeia "está a recuperar", juntamente com o mercado laboral, apesar das incertezas relacionadas com a pandemia.

07h36 - Índia recebe primeiros equipamentos médicos do Reino Unido. Os primeiros equipamentos médicos enviados pelo Reino Unido, incluindo 100 ventiladores, chegaram hoje à Índia, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros indiano.

O porta-voz do Ministério Arindam Bagchi divulgou, no Twitter, fotos do equipamento a ser descarregado de um voo da transportadora aérea alemã Lufthansa em Nova Deli, saudando-o como um exemplo de "cooperação internacional".

07h21 - Alemanha regista mais 344 mortos e perto de 11 mil novos casos. Alemanha reportou, nas últimas 24 horas, 344 óbitos e 10.976 contágios do novo coronavírus, informou, esta terça-feira, o Instituto Robert Koch (RKI). 

Com esta atualização, verifica-se uma ligeira descida do número de casos diários, mas um aumento significativo no que diz respeito às vítimas mortais, sendo que ontem foram registados 11.907 novas infeções causadas pelo SARS-CoV-2 e 60 mortes devido à Covid-19.

07h16 - Gastos dos municípios com pandemia não são "um campeonato da despesa". O vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, Filipe Araújo, afirmou, na sessão da Assembleia Municipal, que os gastos dos municípios para combater a pandemia da Covid-19 não são "um campeonato da despesa".

07h12 - EUA com 431 mortos e 43.669 casos. Os Estados Unidos registaram 431 mortos devido à Covid-19 e 43.669 casos da doença nas últimas 24 horas, indicou hoje a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 572.625 óbitos e 32.119.748 casos. Os EUA são o país com mais mortes e mais casos no mundo.

07h06 - Confinamento: Crianças expostas a crimes sexuais devido a uso da internet. O uso prolongado da internet, tanto no ensino à distância como para falar com os amigos, deixou as crianças e jovens mais expostos a crimes sexuais online e a agressores que aproveitaram a menor supervisão parental, denunciou a APAV.

De acordo com  o seu mais recente relatório sobre a Rede CARE - Apoio a Crianças e Jovens Vítimas de Violência Sexual, entre 2016 e 2020, a organização apoiou 1.599 crianças e que o número de menores ajudados passou de 195 casos para 432.

07h04 - China com 11 casos em 24 horas. A China detetou 11 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, todos oriundos do estrangeiro, anunciaram hoje as autoridades de saúde do país.

07h02 - México com 166 mortos e 1.143 casos. O México registou 166 mortos devido à Covid-19 e 1.143 casos nas últimas 24 horas, anunciou na segunda-feira o Ministério da Saúde mexicano. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 215.113 óbitos e 2.329.534 casos.

07h00 - Bom dia! Recorde aqui os principais desenvolvimentos, que ocorreram ontem, sobre a pandemia em Portugal e no Mundo. 

Leia Também: AO MINUTO: Quase 392 mil óbitos no Brasil; Confinamento total na Turquia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório