Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 27º

Vacinação por auto-agendamento arranca "amanhã"

Diogo Serras Lopes, acompanhou, na tarde desta terça-feira, a inoculação da vacina que assinala a marca das três milhões de doses administradas em Portugal.

Vacinação por auto-agendamento arranca "amanhã"
Notícias ao Minuto

14:39 - 27/04/21 por Notícias ao Minuto

País Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, acompanhou, na tarde desta terça-feira, a inoculação da vacina que assinala a marca das três milhões de doses administradas em Portugal, no Centro de Vacinação do Barreiro. "Sabíamos que o ritmo [da vacinação] ia aumentar, nas últimas semanas estivemos nas 60 a 70 mil vacinas de média diária e agora passaremos, certamente, para as 100 mil diárias", começou por apontar. 

O governante deixou ainda a indicação de "que o quatro milhões vai, certamente, ser menos tempo do que estes 19 dias que demorou este último milhão".

Serras Lopes referiu ainda que o "auto-agendamento é muito importante". "Quando o agendamento era realizado pelas unidades de saúde, isso consome tempo aos profissionais. Tudo o que puder não ser utilizado a telefonar às pessoas é melhor e melhora todo o processo", destacou. 

O secretário de Estado frisou o "sucesso bastante grande" deste processo, ressalvando a elevada resposta das pessoas e dos sistemas, que "aguentaram também".

"As vacinas com auto-agendamento começam a ser dadas a partir de amanhã e acreditamos que é fundamental na aceleração do ritmo" (Diogo Serras Lopes)

Já questionado sobre a estimativa que aponta que, até ao final do verão, teremos 70% da população vacinada é exequível, Diogo Serras Lopes foi taxativo: "Creio que sim. Se as vacinas chegarem ao ritmo a que está previsto chegarem, não será o final do verão, mas será mais para meio ou início do verão", acrescentando que "só uma dose da vacina já confere proteção às pessoas". 

"Estamos muito perto de ter taxas muito elevadas nas pessoas que correm sérios riscos de doença grave ou mesmo de morte. Temos valores acima dos 90% nas pessoas com mais de 80 anos, temos a população entre os 75 e os 79 mais de 80% vacinada, e entre os 70 e os 75 já está claramente acima dos 50%", esclareceu ainda. 

De recordar que Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais cinco mortes (um aumento de 0,03%) e 353 novos casos (uma variação de 0,04%) relacionados com a Covid-19. Desde o início da pandemia, o nosso país já contabilizou 16.970 mortes e 834.991 infeções.

[Notícia atualizada às 14h50]

Leia Também: Maiores de 80 são o "grupo mais protegido" e o único totalmente vacinado

Recomendados para si

;
Campo obrigatório