Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Parlamento egípcio prolonga estado de emergência em vigor desde 2017

O recém-eleito parlamento do Egito aprovou hoje estender por mais três meses o estado de emergência que vigora de forma ininterrupta desde abril de 2017, imposto na sequência de ataques violentos contra a minoria cristã copta.

Parlamento egípcio prolonga estado de emergência em vigor desde 2017
Notícias ao Minuto

15:20 - 21/01/21 por Lusa

Mundo Egito

A agência noticiosa oficial MENA informou que a maioria dos deputados, eleitos nas legislativas que decorreram entre outubro e dezembro passados, apoiaram o prolongamento do estado de emergência, decretado pelo Presidente Abdel Fattah el-Sisi.

A extensão da medida tem início às 13:00 locais de domingo (11:00 em Lisboa), e por um período de três meses, segundo a MENA.

O estado de emergência foi declarado pela primeira vez em abril de 2017 na sequência de violentos ataques contra igrejas coptas que provocaram dezenas de mortos e foram reivindicados pelo grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI).

No entanto, a Constituição egípcia apenas permite o prolongamento do estado de emergência durante um período máximo de seis meses consecutivos, e implicando que o parlamento tenha renovado a sua vigência em cada três meses, deixando um intervalo de vários dias para contornar este limite imposto pela lei.

As autoridades alegam ser necessário enfrentar o "terrorismo islamita", em que inclui a Irmandade Muçulmana, no poder no Egito entre 2012 e 2013, antes desta organização ser ilegalizada após o golpe de Estado promovido pelo marechal El-Sisi e depois considerada "organização terrorista".

Após o golpe militar de julho de 2013, El-Sisi liderou a luta contra as formações islamitas, que entre 2013 e 2016 efetuaram numerosos atentados contra as forças de segurança e representantes do Estado.

A violência diminuiu nos últimos anos, à exceção da península do Sinai, onde exército e polícia prosseguem operações contra diversos grupos insurgentes.

Leia Também: Polícia marroquina intercetou balsa com 20 migrantes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório