Meteorologia

  • 05 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Polícia marroquina intercetou balsa com 20 migrantes

A polícia marroquina intercetou, no sábado, em Agadir, uma balsa com vinte migrantes, metade marroquinos e outra metade do Egito e do Yemen que pretendiam viajar para as ilhas Canárias, informou hoje a polícia em comunicado.

Polícia marroquina intercetou balsa com 20 migrantes

As nacionalidades dos migrantes são um dado curioso, já que habitualmente são encontrados em rotas mais próximas dos seus países.

Quatro pessoas foram detidas por alegadamente terem organizado esta viagem clandestina e vão ser julgadas por "operação de imigração clandestina" e "tráfico de seres humanos".

Em seu poder foram encontradas seis balsas salva-vidas (para vinte passageiros), vários telemóveis e uma quantidade de dinheiro em moeda nacional e divisas.

A costa atlântica entre Agadir e Dajla, no sul do Saara ocidental, converteu-se desde 2020 na principal zona de saída de balsas na que é designada como "rota canária", em detrimento da "rota mediterrânica", mais curta e mais segura, mas também mais vigiada pelas autoridades marroquinas.

Em 2020, as Canárias registaram mais de 23.000 chegadas ilegais de migrantes africanos, dos quais mais de metade eram marroquinos e os restantes senegaleses, malianos e guineenses.

Leia Também: Honduras. Desespero empurra milhares em viagem a pé para chegar aos EUA

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório