Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

AO MINUTO: Óbitos batem novo máximo. Ministra da Saúde emociona-se

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Óbitos batem novo máximo. Ministra da Saúde emociona-se

Portugal contabiliza, desde o início da pandemia, 5.373 vítimas mortais relacionadas com o SARS-CoV-2 e 340.287 casos confirmados de Covid-19, sendo que nas últimas horas foram reportados mais 95 mortes e 5.080 contágios, de referir que o número de óbitos representa um novo máximo.

Os Estados Unidos continuam a ser o país do mundo mais afetado pelo novo vírus, tendo nas últimas 24 horas, somado 3.202 óbitos - um número superior ao das mortes do trágico 11 de Setembro - elevando o total para 292.091 vítimas mortais, e 210.887 novas infeções, acumulando mais de 15,5 milhões de casos. 

Até hoje, a Covid-19 provocou pelo menos 1,582.721 mortos resultantes de mais de 69,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Consulte os mapas interativos da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h44 - Este registo termina por aqui. Poderá continuar a acompanhar os principais desenvolvimentos sobre a pandemia em Portugal e no resto do mundo aqui

15h23 - Comprar vacinas Covid-19 online? O Infarmed partilhou, esta tarde, um aviso divulgado pela Agência Europeia de Medicamentos sobre a compra online de vacinas contra a Covid-19. "A Agência Europeia de Medicamentos alerta para os perigos da aquisição de vacinas COVID-19 em 'sites' não autorizados e para a importância de que todos os cidadãos sigam os planos oficiais de vacinação de cada país", pode ler-se na referida nota.

15h14 - 'A Pão e Água' aceita medidas do Governo como "respirar de alívio". O porta-voz do movimento 'Sobreviver a pão e água' disse hoje que a luta das empresas, inclusive restauração e discotecas, "foi um sucesso", considerando "um respirar de alívio" as recentes medidas de apoio devido à pandemia apresentadas pelo Governo.

14h53 - Vacinas contra a Covid-19? Primeiro desafio será "gerir escassez". Quanto a campanha de vacinação contra o novo vírus no país, Marta Temido revelou, esta tarde, em conferência de imprensa, que ainda não se sabe o número exato de doses que Portugal irá receber na primeira fase. 

Contudo, de acordo com a ministra da Saúde, uma coisa é certa: um dos primeiros desafios será "gerir a escassez" da vacina. Recordando que esta questão tem sido debatida na Comissão Europeia, a governante sublinhou ainda: "Não nos interessa sermos os primeiros a ter vacinas. Interessa ter vacinas de qualidade, seguras e efetivas".

14h48 - Saliva como meio de diagnóstico revela resultados promissores. A utilização da saliva como meio de diagnóstico da Covid-19 em todas as faixas etárias está a ser estudada pelo Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) e tem revelado resultados "muito promissores", anunciou hoje o Instituto.

14h42 - "Taxa de incidência que está a aproximar-se de valores mais controláveis". Marta Temido revelou esta tarde que a taxa de incidência de Covid-19 a 14 dias por 100 mil habitantes se situa agora em 529,4 novos casos. "É uma taxa de incidência que está a aproximar-se de valores mais controláveis, mas que são, ainda assim, bastante preocupantes", sublinhou.

14h41 - Açores não deverão ter medidas restritivas no Natal. O presidente da Comissão de Acompanhamento da Luta contra a Pandemia nos Açores considerou hoje que não deverá ser necessário adotar medidas mais restritivas no Natal no arquipélago, mas deixou conselhos para o período que antecede a quadra.

14h29 - Arranca conferência de imprensa da DGS. Já começou mais uma conferência de imprensa sobre a evolução da pademia em Portugal. O briefing, desta sexta-feira, conta com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido. 

14h16 - Moratórias mascaram qualidade dos ativos no sul da Europa. A agência de 'rating' Fitch considerou, num relatório hoje divulgado, que as moratórias bancárias adotadas na sequência da pandemia "mascaram a qualidade de base dos ativos" da banca no sul da Europa.

14h08 - Óbitos batem novo máximo em Portugal. A Direção Geral da Saúde acaba de divulgar o mais recente boletim epidemiológico que dá conta de um novo máximo de 95 óbitos (41 dos quais na região Norte) e de um aumento dos casos, mais 5.080 (2.395 no Norte e 1.618 na região de Lisboa e Vale do Tejo). Quanto aos recuperados, mais 4.100 pessoas estão 'livres' do vírus SARS-CoV-2.

Mas há mais boas notícias. O número de internamentos desceu, há menos 74 doentes em enfermaria (3.230) e menos dois em Unidades de Cuidados Intensivos (507) em relação à véspera.

13h57 - Ministra em lágrimas. A ministra Marta Temido não conteve as lágrimas no discurso emocionado que proferiu no encerramento da celebração do aniversário do Instituto Ricardo Jorge. "Tantas vezes os nossos meios de comunicação social, nas nossas casas e junto do nosso grande público, através de estudos, projetos, parcerias, colaborações e investigação, que têm contribuído em muito para a resposta a esta pandemia no nosso país", afirmou em lágrimas, acrescentando depois de se recompor que "o Instituto [Ricardo Jorge] está presente, fiável, competente, respeitável, a qualquer hora, sempre".

13h45 - Apesar de a pandemia estar a circular há vários meses, a Direção Geral de Saúde (DGS) recorda a importância de "quando espirrar ou tossir" deve tapar "a boca e o nariz com o braço ou com um lenço de papel". "Lembre-se que a etiqueta respiratória é uma das medidas essenciais para travar a transmissão do vírus"

13h31 - Novos apoios são de difícil execução mas serão lançados no início de 2021. O ministro de Estado, Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, disse hoje que os novos apoios às empresas "são extremamente exigentes do ponto de vista da sua execução", mas adiantou estar confiante de que serão lançados no início do próximo ano.

13h23 - Surto em escola de Monforte com oito crianças e uma funcionára infetados. Um surto de Covid-19 numa escola de uma freguesia rural do concelho de Monforte, no distrito de Portalegre, infetou, pelo menos, oito crianças e uma funcionária, disse hoje à agência Lusa o presidente do município, Gonçalo Lagem.

13h14 - Ovar com mais uma unidade de saúde fechada para testar todo o pessoal. A Unidade de Saúde Familiar (USF) da Barrinha, localizada na freguesia de Esmoriz, concelho de Ovar, está hoje encerrada para realização de testes de rastreio à Covid-19 a quem lá trabalha, revelou a autoridade de saúde local.

13h03 - Retoma económica virá quando a procura se restabelecer, diz ministro. O ministro de Estado e da Economia defendeu hoje que a retoma económica do país irá acontecer com o reestabelecimento da procura, sustentando a sua tese com base nos indicadores registados no terceiro trimestre deste ano.

Esta posição sobre a evolução da economia portuguesa foi assumida por Pedro Siza Vieira na Assembleia da República, durante a segunda ronda de perguntas do debate setorial com o Governo.

12h41 - "Se Estado não fizesse o que fez, a TAP falia". O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, confirmou que a frota da TAP será cortada para 88 aviões, o corte de salários e de 2.000 empregos e revelou uma perda de receitas de 6,7 mil milhões até 2025.

12h37 - Período de isolamento passa de 14 para 10 dias no Reino Unido. A partir de segunda-feira, dia 14, quem tiver tido contacto com um caso positivo de Covid-19 no Reino Unido passa a ter de cumprir um período de isolamento de 10 dias ao invés de 14, noticia a Sky News. A alteração, que já se encontra em vigor no País de Gales, começa a ser aplicada também em Inglaterra, Escócia e Reino Unido. 

12h32 - Vacina e 'bazuca'? A "luz ao fundo do túnel". No final da última cimeira do ano de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, que começou quinta-feira, prolongou-se por toda a madrugada e terminou hoje ao final da manhã, António Costa disse que "valeu a pena" o esforço negocial, pois agora a Europa está dotada dos dois instrumentos essenciais para superar a crise: a vacina e a 'bazuca' de 1,8 biliões de euros

"Acho que é uma mensagem de esperança e de confiança de que todos os europeus precisam, sabendo que estamos a viver momentos que são ainda muito difíceis, meses pela frente que vão ser ainda muito penosos, mas que a luz existe mesmo ao fundo do túnel e que o túnel é possível ser percorrido e ser vencido, e acho que isso é muito importante para todos nós", declarou, em conferência de imprensa. 

12h27 - Equipa da Marinha apoia rastreios epidemiológicos no Alentejo. Uma equipa de 26 militares da Marinha está a apoiar a Administração Regional de Saúde do Alentejo na realização de rastreios epidemiológicos à Covid-19 na região e já acompanhou 147 inquéritos, foi hoje divulgado.

12h20 - Em novembro, 95,3% do aumento das mortes deveu-se à Covid-19. O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) revelou, esta sexta-feira, que 95,3% do aumento das mortes entre o dia 2 e 29 de novembro deveu-se à pandemia da Covid-19. 

12h14 - Pelo menos 1,58 milhões de pessoas morreram devido à pandemiaA pandemia de Covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1,582.721 em todo o mundo desde que foi detetada na China no final do ano passado, avança hoje a agência francesa de notícias AFP. Segundo a mesma fonte, foram oficialmente diagnosticados mais de 69,564.380 casos de infeção desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 44,256.000 já foram considerados curados.

12h01 - Autarca de Chaves reforça alerta para situação "muito preocupante". O presidente da Câmara de Chaves, Nuno Vaz, disse hoje que a situação epidemiológica no concelho, que tem perto de 900 casos ativos de Covid-19, continua "a ser muito preocupante", apesar da ligeira descida do número de casos

11h56 - Rússia e AstraZeneca vão fazer testes clínicos às vacinas em conjunto. A farmacêutica AstraZeneca e a Rússia anunciaram hoje a realização de ensaios clínicos para avaliar a segurança da utilização conjunta das duas vacinas que desenvolveram contra o novo coronavírus.

11h43 - Mercado em Wuhan, onde pandemia poderá ter começado, continua vedado. Um ano depois, o mercado de Huana, localizado no centro da cidade chinesa de Wuhan, continua vedado ao público. Até hoje, o mercado de Huana é considerado, pela maioria dos investigadores, o local onde terá surgido a Covid-19, apesar de não ainda não haver uma confirmação oficial. 

Notícias ao MinutoMercado de Huana, em Wuhan© Reuters

11h37 - INEM transportou na semana passada mais de 3 mil casos suspeitos. O INEM informou, esta manhã, que entre os dias 30 de novembro e 6 de dezembro, o instituto e os seus parceiros no Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) realizaram "um total de 3.287 transportes de utentes com suspeita de infeção por SARS-CoV-2". No que diz respeito a colheitas de amostras biológicas, verificou-se uma redução da atividade face à semana transata. As equipas do INEM realizaram um total de 675 serviços.

11h30 - Unicef alerta: Pobreza infantil vai manter-se elevada durante cinco anos. A pobreza infantil vai permanecer acima dos níveis registados antes do aparecimento da Covid-19 durante pelo menos cinco anos nos países mais ricos, garantiu hoje a Unicef, defendendo um maior apoio direto às crianças.

10h47 - África com mais 349 mortes e mais 19.360 infetados. África registou 349 mortes devido à Covid-19 e mais 19.360 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, contabilizando agora 55.265 óbitos causados pelo novo coronavírus, segundo dados oficiais.

10h34 - Pandemia com impacto na vida das pessoas com deficiência e cuidadores. Pessoas com deficiência com apoios cortados total ou parcialmente e cuidadores exaustos e que se sentem esquecidos são alguns dos resultados de dois estudos do Observatório da Deficiência sobre o impacto "muito expressivo" da pandemia na vida destas pessoas.

10h20 - Início da vacinação em Portugal? 5 de janeiro "é um excelente dia". Em conferência de imprensa, o primeiro-ministro afirmou, esta manhã, que está previsto que a Agência Europeia do Medicamento "possa, no dia 29 de dezembro, licenciar a primeira vacina que pode começar a ser aplicada na União Europeia (UE)". 

Posto, isto o Chefe do Governo adiantou que "seria uma boa meta" que a campanha de vacinação contra a Covid-19 na UE arrancasse na primeira semana de janeiro. Questionado sobre se o dia 5 de janeiro seria uma data possível para o  início da vacinação, o primeiro-ministro afirmou que "é um excelente dia". "Vamos coordenar para que tentemos todos [estados-membros da UE] fazer no mesmo dia", acrescentou.

10h15 - UTAD vai aumentar capacidade do centro de testagemA Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) anunciou hoje que vai aplicar 288 mil euros para o aumento da capacidade do centro de testagem Covid-19, dotando-o de novas instalações, equipamentos e metodologias.

9h46 - Tráfego aéreo internacional controlado por Cabo Verde recupera há 8 meses. A FIR Oceânica do Sal controlou em novembro 57 aeronaves por dia, em média, em passagem no espaço aéreo gerido por Cabo Verde, o valor mais alto desde março, início da pandemia, segundo dados da empresa pública ASA.

9h34 - Efeito pandemia? Procura por moradias cresce em novembro. Em novembro deste ano, a procura de moradias para comprar registou um aumento de 38,4%, face ao mesmo período do ano anterior. Comparando os preços médios do mês de novembro deste ano com o período homólogo, verifica-se um aumento de 5,6%, passando de 327.263 euros para 345.669 euros.

9h28 - Novo 'pacote' de medidas do Governo para as empresas. Foram apresentadas, ontem, novas medidas de apoio para as empresas pelo ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira. Conheça todos os novos apoios aqui.

9h12 - Alemanha deve voltar ao confinamento "imediatamente". O ministro alemão do Interir, Horst Seehofer, afirmou, esta sexta-feira, ao Der Spiegel, que "a única forma de voltar a recuperar o controlo da situação epidemiológica" no país é de regressar a um confinamento, que "deve acontecer imediatamente". 

"Se esperamos pelo Natal, vamos ter de lutar contra números altos durante meses", argumentou ainda o governante. 

9h00 - Rússia regista pior número de mortos diário. A Rússia reportou, esta sexta-feira, mais 613 vítimas mortais devido à Covid-19, nas últimas 24 horas. Este é o número mais elevado de óbitos diários contabilizado no país, desde o início da pandemia. Com esta atualização, a Rússia passa a somar no total 45.893 mortos associados ao novo vírus. De ontem para hoje, foram ainda registados mais 28.585 novos contágios, elevando o número total de casos para 2,597.711.

8h56 - Cães podem ser treinados para detetar vírus através do suor. Com o treino correto, os cães mais astutos podem detetar até 40 tipos diferentes de bombas, farejar vestígios de drogas, realizar buscas e resgates extensos. Os animais podem, também, identificar doenças e infeções, como o cancro do cólon, a malária e a doença de Parkinson. Agora, um novo estudo sugere que os cães são capazes de sentir o cheiro do SARS-CoV-2 no suor humano.

8h40 - Madrid anuncia rastreio à população jovem. Antonio Zapatero, vice-presidente do departamento de Saúde Pública da Comunidade de Madrid, anunciou, esta manhã, em conferência de imprensa, que vão ser instalados sete pontos de rastreio à Covid-19, na região exclusivamente para testar os jovens madrilenos. Recordando que este grupo populacional representa, atualmente, 21% de todos os casos positivos em Madrid, os locais para a realização de testes de antigénio serão implementados nos campos universitários. 

8h36 - Rússia vacina 100 mil militares até ao fim do ano com a Sputnik-V. Cerca de 100 mil efetivos das Forças Armadas da Rússia vão ser vacinados contra o Covid-19, usando o composto nacional Sputnik-V, antes do final do ano, disse hoje o Ministério da Defesa de Moscovo.

8h29 - Vacina Sanofi-GSK adiada até pelo menos ao quarto trimestre de 2021. A vacina contra a Covid-19 que está a ser desenvolvida pelos grupos farmacêuticos Sanofi e GSK não estará pronta no início do segundo semestre de 2021 como esperado e será adiada pelo menos até ao quarto trimestre.

8h24 - Sem ideias para prendas de Natal? O Ministério da Cultura lembrou, esta sexta-feira, que "ao oferecer um bem cultural está a contribuir para a recuperação do setor da cultura", um dos mais afetados pela crise provocada pela pandemia. Numa nota divulgada no Twitter, a tutela deixou ainda alguns exemplos de presentes que pode dar este Natal e que ajudam o setor: "Livros, teatro, cinema, exposições, bilhetes para museus, palácios, monumentos". 

8h22 - China soma seis casos por contágio local. A Comissão de Saúde da China anunciou hoje ter identificado 15 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo seis por contágio local e os restantes oriundos do exterior.

8h10 - Moderna começa a testar vacina em adolescentes. A farmacêutica norte-americana Moderna anunciou esta quinta-feira que já começou a testar a eficácia da sua vacina contra a Covid-19 em adolescentes com idades compreendidas entre os 12 e os 18 anos, avança a Reuters.

O estudo, de estágio "intermédio a final", conta com mais de três mil participantes dos Estados Unidos e visa obter dados antes do ano letivo de 2021. 

8h02 - Índia com mais 414 mortos e 29.398 casos. A Índia registou 414 mortos por Covid-19 e 29.398 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com os dados do Ministério da Saúde indiano. Desde o início da pandemia, a Índia contabilizou quase 9,8 milhões de casos do novo coronavírus (9.796.769), mantendo-se como o segundo país com mais infeções, atrás dos Estados Unidos. 

7h55 - Duas cidades chinesas começam a testar população após deteção de casos. As cidades chinesas de Dongning e Suifenhe, na província de Heilongjiang, no nordeste do país, lançaram hoje uma campanha de testes de ácido nucleico, após detetarem dois novos casos de Covid-19.

7h43 - Alemanha regista novo máximo diário com quase 30 mil casos. A Alemanha bateu, esta sexta-feira, um novo recorde de casos de Covid-19 ao registar quase 30 mil infetados (29.875) em apenas 24 horas. O número de óbitos, de acordo com o Instituto Robert Koch, também é alto. De ontem para hoje, 598 pessoas residentes na Alemanha não resistiram ao vírus.

7h37 - Empresários protestam em Lisboa e exigem ser recebidos por Siza Vieira. A Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas e empresários da restauração vão concentrar-se hoje em frente ao Ministério da Economia, em Lisboa, exigindo ser recebidos pelo ministro Siza Vieira para debater medidas de apoio.

7h31 - Portugueses marcam testes antes do Natal. Muitos portugueses estão a marcar testes à Covid-19 para os dias que antecedem o Natal para poderem reunir-se com a família, segundo a Unilabs Portugal, que só para o dia 22 de dezembro tem mais de 1.500 marcações.

7h22 - Missa de Natal em Belém celebrada sem fiéis. A missa de Natal em Belém, habitualmente celebrada por grandes multidões na cidade da Cisjordânia, não será aberta aos fiéis, devido à pandemia, informou hoje o Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas.

7h14 -  Judeus norte-americanos celebram o Hanukkah com menos gente. Norte-americanos de diferentes ramos do judaísmo estão a celebrar o Hanukkah (Festival das Luzes) este ano com reuniões com menos gente do que o habitual, devido à pandemia.

7h10 - China suspende importação de carne congelada do Brasil e Argentina. A China anunciou hoje a suspensão temporária das importações de carne de duas empresas brasileiras e uma argentina, após ter detetado vestígios do novo coronavírus nas embalagens de produtos congelados.

7h06 - Austrália suspende vacina por causar falsos positivos em testes HIV. A empresa australiana de biotecnologia CSL anunciou na quinta-feira a suspensão dos testes da vacina anti-Covid-19 desenvolvida com a Universidade de Queensland, após um número indeterminado de participantes na fase 1 dar "falsos positivos" em testes de HIV.

7h01 - Mais de 670 mortos e 11 mil novos casos no México. O México registou 671 mortes provocadas pelo novo coronavírus e 11.897 infetados nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 112.326 e o de casos para 1.217.126, informaram as autoridades mexicanas.

7h00Bom dia! Começa aqui o registo desta quarta-feira sobre o novo coronavírus. Poderá acompanhar todas as atualizações, em Portugal e no Mundo, aqui ao longo do dia. Para recordar o que aconteceu ontem o melhor é clicar aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório