Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

AO MINUTO: Maior nº de mortes cá desde abril; "Vai haver fiscalização"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Maior nº de mortes cá desde abril; "Vai haver fiscalização"

Com a pandemia sem dar tréguas, o Governo anunciou ontem novas medidas, decretando a proibição da circulação entre concelhos do continente entre os dias 30 de outubro e 3 de novembro (o fim de semana correspondente ao Dia de Finados). E, avisou já esta sexta-feira, o ministro da Administração Interna, as forças de segurança farão a fiscalização.

"Vai haver fiscalização adequada e necessária, mas vai depender do sentido de responsabilidade dos cidadãos", afirmou o ministro Eduardo Cabrita, acrescentando que "a intervenção das forças de segurança é fundamentalmente uma intervenção pedagógica, visando garantir a saúde e a segurança dos cidadãos".

Foram também anunciadas medidas mais duras e específicas para os concelhos de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, onde há dever de permanência em casa já a partir de hoje.

Portugal ultrapassou pela primeira vez esta quinta-feira a 'barreira' dos três mil casos diários - com a região Norte a somar quase dois mil contágios. Nas últimas 24 horas, o país registou 2.899 casos de infeção e 31 óbitos, elevando o total acumulado de casos confirmados para 112.440 e o de vítimas mortais para 2.276. 

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h30 - Este registou chegou ao fim. Pode acompanhar um novo aqui.

15h14 - Irão regista novo recorde com mais de 6.000 casos nas últimas 24 horas. O Irão registou 6.134 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, um novo recorde diário de contágios, e 335 mortes, o que eleva os totais para 556.891 infeções e 31.985 óbitos desde o início da pandemia.

15h02 - 1.418 pacientes hospitalizados. O país contabiliza o maior número de internados devido ao novo coronavírus desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas foram hospitalizadas mais 53 pessoas. Há 198 pacientes nos cuidados intensivos, menos dois que ontem.

14h50 - Portugal registou 2.899 novos casos e 31 óbitos nas últimas 24 horas, indica o relatório da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta sexta-feira. Este é o maior número de óbitos registado desde o dia 24 de abril, em que foram registados 34.

Com esta atualização, o total acumulado de casos confirmados para 112.440 e o de vítimas mortais para 2.276. Um total de 65.880 pessoas foram dadas como recuperadas, um aumento de 1.349 no último dia.

14h34 - Direção do agrupamento e pais concordam com fecho de escolas em Borba. A direção do Agrupamento de Escolas de Borba (Évora) e a associação de pais concordaram com a encerramento temporário dos estabelecimentos de ensino, devido ao aumento de casos de Covid-19, apesar dos constrangimentos provocados pela medida.

14h20 - Porque importa lembrar, a Direção Geral de Saúde (DGS) explica "quais os cuidados a ter se o seu médico lhe indicar que deve ficar em isolamento"

14h13 - O diretor do Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa (AEVV), no Alentejo, considera "sensata" a decisão de fechar todos os estabelecimentos de ensino do concelho devido à situação epidemiológica local de Covid-19.

"Foi uma decisão sensata, devido à situação atual de surto na comunidade", disse Rui Sá, lembrando que já havia várias turmas em casa na modalidade de ensino à distância e que não estavam a ser servidas refeições em nenhuma das escolas do agrupamento.

14h02 - Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que Portugal registou o maior número de novos casos de infeção pelo novo coronavírus nos últimos sete dias (16.247), com um aumento de 165% em relação a 7 de outubro.

Os 16.247 novos casos de infeção detetados nos últimos sete dias são o maior número alcançado até ao momento e correspondem a 15,8 novos casos por 10 mil habitantes. Na última quarta-feira, dia 21, Portugal tinha registado um total de 106 casos confirmados por cada 10 mil habitantes, o que representa um aumento de 33% em relação ao acumulado em 7 de outubro, data de referência do destaque anterior do INE.

13h57 - O primeiro-ministro checo, Andrej Babis, anunciou hoje a demissão do ministro da Saúde, Roman Prymula, que foi visto a sair de um restaurante que deveria estar encerrado devido às restrições impostas devido à pandemia do novo coronavírus.

13h50 - O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), que serve concelhos como Paços de Ferreira, Lousada ou Felgueiras, "não está em rutura", garantiu hoje a direção, revelando que contratou 130 profissionais devido à "pressão" da pandemia da covid-19.

13h49 - Forças de segurança terão "intervenção pedagógica" entre 30 outubro e 3 novembro - período em que a circulação entre concelhos estará proibida, garantiu o ministro Eduardo Cabrita.

"Vai haver fiscalização adequada e necessária, mas vai depender do sentido de responsabilidade dos cidadãos", afirmou o ministro, acrescentando que "a intervenção das forças de segurança é fundamentalmente uma intervenção pedagógica, visando garantir a saúde e a segurança dos cidadãos".

13h41 - Parlamento aprovou esta sexta-feira o projeto-lei do PSD que impõe o uso obrigatório de máscara em espaços públicos durante pelo menos três meses, uma medida que poderá ser renovada.  O diploma contou com com os votos favoráveis do PSD, PS e CDS. O PCPPEV e a deputada Joacine Katar Moreira abstiveram-se. Iniciativa Liberal votou contra.

13h38 - Duas enfermeiras do serviço de Neonatologia do Hospital de São João, no Porto, estão infetadas com Covid-19. Na mesma unidade está uma mãe infetada. Contactada pelo Notícias ao Minuto, a unidade hospitalar garante que "todo o serviço foi testado e não há mais" nenhum profissional de saúde infetado.

13h22 - Mãos secas devido a desinfetante? A chegada do frio contribui para que as mãos fiquem mais secas e até rachem. E neste ano marcado pela pandemia da Covid-19 e a necessidade de higienizar as mãos constantemente a textura da pele só terá tendência para ficar ainda mais áspera. Contudo, há 4 dicas (que pode consultar aqui) para mantê-las bem hidratadas. 

13h16 - Manifestantes contra uso obrigatório de máscara junto à porta da AR.  Cerca de três dezenas de manifestantes juntaram-se esta manhã junto à Assembleia da República para contestar a obrigatoriedade das máscaras, apelando ao cumprimento da Constituição e salientando que "não existem evidências científicas" que justifiquem a medida.

13h04 - O Irão reportou um recorde de 6.134 novos casos em 24 horas, elevando o total acumulado para 556.891. O porta-voz do Ministério da Saúde disse, em declarações televisivas, que um total de 31.985 pessoas morreram devido ao novo coronavírus, sendo que 335 mortes ocorreram no último dia. 

12h50 - Novos casos detetados em 34 municípios ultrapassam média nacional. Dos 308 municípios portugueses, 34 registaram um número de novos casos confirmados de Covid-19 por 10 mil habitantes acima da média nacional, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) hoje divulgados.

12h43 - Açores prolongam situação de calamidade em cinco ilhas até 6 de novembro. O governo açoriano decidiu prorrogar até às 24h00 de 06 de novembro a situação de calamidade pública em Santa Maria, São Miguel, Terceira, Pico e Faial (com ligação aérea ao exterior), mantendo as restantes quatro ilhas em alerta.

12h40 - Baixou para 10 número de infetados no Lar dos Ferroviários. O número de utentes do Lar dos Ferroviários, no Entroncamento (Santarém), infetados com o novo coronavírus baixou para 10, havendo dois casos que, nos resultados dos testes conhecidos na quinta-feira, se revelaram inconclusivos.

12h37 - Lousada quer mais restrições à convivência social e menos à economia. O presidente da Câmara de Lousada defendeu hoje que as medidas para combater o crescendo de infeções pelo novo coronavírus no concelho devem evoluir para maior restrição à convivência social e alívio da pressão sobre o tecido económico.

12h22 - Ministro checo da Saúde alvo de críticas após violar restrições. O ministro da Saúde checo foi esta sexta-feira criticado após ter sido apanhado por um fotógrafo a sair de um restaurante que deveria estar encerrado devido às restrições impostas pelo Governo para combater a pandemia do novo coronavírus.

12h11 - Situação em Espanha "é grave". Primeiro-ministro espanhol fala ao país. "O número real de pessoas que contraíram o vírus no nosso país supera os três milhões", embora o registo oficial o coloque em um milhão, começou por dizer Pedro Sánchez, referindo que é imperativo "reduzir a mobilidade e os contactos". O chefe do Executivo alerta contudo que é essencial "evitar um confinamento" como o que foi vivido na primavera.

O governante espanhol referiu também que as medidas a ser implementadas podem variar de comunidade para comunidade, dependo da gravidade da situação de cada uma, sendo que cada autarquia será responsável por adotar as medidas mais adequadas.

Saliente-se que Madrid decidiu hoje impôr uma espécie de recolher obrigatório na sua comunidade, definindo que estão proibidos os encontros sociais entre pessoas que não partilham residência entre a 00h00 e as 06h00. No resto do dia, os ajuntamentos estão limitados a um máximo de seis pessoas, reporta o El País.

12h09 - Centro de Saúde de Borba encerra devido a infeção de profissional. O Centro de Saúde de Borba (distrito de Évora) está encerrado desde quinta-feira, depois de se confirmar que um profissional da unidade está infetado com o novo coronavírus que provoca a Covid-19, disse hoje fonte da ARS do Alentejo.

12h01 - O número de profissionais de saúde infetados no Hospital de Santarém aumentou para 33 (mais dois face ao balanço de ontem), de acordo com a TVI. Também o número de profissionais em isolamento subiu, sendo agora 91.

Esta sexta-feira, foi reportado que dois médicos e um funcionário administrativo do Hospital de Santarém terão violado o isolamento obrigatório.

11h52 - Bruxelas autoriza Portugal a alocar mil milhões da Coesão para a recuperação económica. A Comissão Europeia autorizou hoje Portugal a reorientar verbas comunitárias dos fundos da política de coesão e alocar mil milhões de euros à recuperação económica da crise gerada pela pandemia de Covid-19, combatendo os seus "efeitos adversos".

"Como acontece com muitos outros países da Europa, graças a estas alterações, Portugal e as suas regiões ultraperiféricas irão reforçar a sua recuperação socioeconómica e sanitária. A resposta rápida e global da Comissão à crise do coronavírus mostra que, quando cooperamos e estamos unidos, somos mais fortes e capazes de fazer face a desafios inesperados", refere a comissária da Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, citada num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

11h47 - A Direção-Geral da Saúde recorreu ao Facebook para apelar uma vez mais ao uso da aplicação de rastreio StayAway Covid. "Instale-a de forma anónima e segura, na App Store ou Google Play. Ajude-nos a quebrar as cadeias de transmissão!", escreveu a autoridade.

11h45 - Japão pede extensão das férias de Ano Novo para evitar contágios. O Governo do Japão anunciou hoje ter pedido a empresas e organismos públicos do país para estender as tradicionais férias de Ano Novo, com o objetivo de escalonar viagens dos cidadãos e reduzir riscos de contágios de Covid-19.

11h40 - Regiões espanholas pedem recolher obrigatório. A região de Castilla y Leon e de Valência voltaram a pedir esta sexta-feira ao Governo que decrete o recolher obrigatório. "Queremos que isso aconteça hoje se possível", disse o líder da região de Castilla.

11h33 - Desenvolvido sensor que pode facilitar regresso aos escritórios. A pandemia de Covid-19 fez com que várias empresas adotassem o trabalho remoto para o futuro próximo. Ainda assim, há várias empresas que não conseguem funcionar neste formato e continuam a avaliar a melhor forma de trabalhar neste contexto. É aqui que surge a PointGrab, uma empresa israelita que criou um sensor capaz de avaliar distâncias entre trabalhadores.

11h26 -  Bélgica reforça de novo medidas de combate à pandemia. As autoridades belgas reforçaram hoje as medidas de combate à pandemia de Covid-19, reduzindo a presença de estudantes nas universidades e fechando ao público as competições desportivas, com o país em nível de alerta 4.

No anúncio das novas regras, que vigoram até 19 de novembro, o primeiro-ministro da Bélgica, Alexander de Croo, apelou à responsabilidade individual e aos comportamentos coletivos dos cidadãos, de modo a evitar o recurso a um novo confinamento.

11h16 - País equaciona fechar novamente fronteiras? "Não". O Ministro dos Negócios Estrangeiros e ministro da Educação visitam esta sexta-feira escolas. Em declarações aos jornalistas, o ministro dos Negócios Estrangeiros disse que, mesmo perante o agravamento da pandemia, Portugal não coloca em cima da mesa voltar a fechar as fronteiras.

Já sobre o encerramento de escolas em Borba e Vila Viçosa, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, sublinhou que a prioridade do governo é "manter o ensino presencial", mas admitiu saber que "em determinados momentos, as autoridades de saúde terão de tomar decisões".

O ministro acrescentou ainda que "o número de casos nas nossas escolas é relativamente pequeno quando comparado com outras facetas da nossa sociedade" e deixou um alerta: "A pior coisa que poderia acontecer era fazermos com que a escola presencial pudesse estar posta em causa", rematou. 

11h09 - África com mais 197 mortes e 10.997 infeções nas últimas 24 horas.  Mais 197 mortes devido à Covid-19 foram registadas nas últimas 24 horas em África, onde o número de casos é agora de 1.685.589 (mais 10.997), segundo dados oficiais.

11h05 - Dois médicos e um funcionário infetados terão violado isolamento. Dois médicos e um funcionário administrativo do Hospital de Santarém, onde há pelo menos 31 profissionais infetados, terão violado o isolamento obrigatório, denunciou o diretor clínico do hospital à SIC. 

De acordo com a denúncia, os dois médicos e funcionário foram vistos em espaço público já depois de saberem que estavam infetados com o novo coronavírus

10h57 - Beneficiários da ADSE vão pagar menos para fazer o teste à Covid-19. Os beneficiários da ADSE vão pagar menos para fazer o teste ao novo coronavírus - cerca de 14,37 euros. Isto acontece depois de o Ministério da Saúde ter decidido reduzir o preço dos testes pagos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) às entidades convencionadas da área da patologia clínica/análises clínicas, para diagnóstico laboratorial da Covid-19.

10h44 - O conselheiro da Saúde da Comunidade de Madrid, Enrique Ruiz, anunciou hoje as novas medidas para travar a propagação do novo coronavírus na comunidade, após o fim do estado de emergência, entre as quais está a proibição de encontros entre pessoas que não partilham residência entre a 00h00 e as 06h00. No resto do dia, os ajuntamentos estão limitados a um máximo de seis pessoas, reporta o El País.

Além desta restrição, todo o tipo de atividades na comunidade encerrará às 00h00, incluindo cinemas e teatros.

Sobre a eventual implementação de recolher obrigatório, Enrique Ruiz esclareceu que tal ainda não foi decidido, mas que "se a limitação de mobilidade pudesse ser aplicada da meia-noite às seis da manhã, seria bem-vinda".

10h12 - Bélgica regista 16.746 novos casos, 49 mortes e 498 hospitalizações em 24 horas. O país volta por isso a alcançar um novo recorde no número de contágios registado num dia, reporta a RTBF. Apesar do elevado número diário de casos, é o número de internamentos que preocupa, havendo atualmente 3.649 pacientes hospitalizados, dos quais 573 se encontram nos cuidados intensivos.

Desde o início da epidemia na Bélgica, 10.588 pessoas morreram devido ao novo coronavírus e mais de 250 mil casos confirmados. O país tem pouco mais de 11 milhões de habitantes, uma dimensão semelhante à de Portugal.

10h08 - Mais dois altos responsáveis palestinianos infetados com Covid-19. Dois outros altos responsáveis palestinianos foram diagnosticados com Covid-19, depois de o secretário-geral da Organização de Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat, ter sido hospitalizado em estado "crítico", disse um deles à agência France-Presse (AFP).

10h05 - Vacina de Oxford e AstraZeneca "funciona perfeitamente" e dá imunidade. A vacina que está a ser desenvolvida por investigadores da Universidade de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca está entre as mais promissoras no combate ao novo coronavírus SARS-CoV-2.

Nos ensaios clínicos iniciais a vacina demonstrou conseguir provocar uma resposta imune nos voluntários, segundo um estudo que está a ser realizado por cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, reporta o jornal The Sun. Normalmente, as vacinas usam na sua formulação uma forma enfraquecida do vírus, ou pequenas quantidades do mesmo, contudo a vacina inovadora de Oxford faz com que o corpo faça parte do próprio vírus.

Os investigadores apuraram que esta nova técnica funciona para o novo coronavírus

10h00 - A Catalunha registou, pela primeira vez, mais de 5 mil casos num dia. Foram também registados 21 óbitos, reporta o El País.

09h54 - Rússia ultrapassa 17 mil casos de infeção num dia e bate novo recorde. O país registou, em apenas um dia, 17.340 novos casos da doença. Este aumento faz com que o país tenha, no total, 1.480,646 casos confirmados, o que corresponde a 1% da população total do país. 

Quanto ao número de vítimas mortais, foram registadas 283 mortes em 24 horas, elevando o total acumulado para 25.525.

09h40 - Surto na GNR do Porto após almoços-convívio? A Guarda Nacional Republicana (GNR) informa, em comunicado enviado às redações esta sexta-feira, que determinou a abertura de um processo interno, para averiguar as circunstâncias do surto de Covid-19 na GNR do Porto que, escreve hoje o Jornal de Notícias, terá tido origem em almoços-convívio entre os miitares

09h37 - O SARS-CoV-2 está a espalhar-se mais rapidamente agora do que no surto incial, na primavera, disse o conselheiro científico do governo francês, Aurnaud Fontanet.

"Este vírus está a circular mais rápido... O ressurgimento da pandemia começou em Agosto", afirmou o epidemiologista em declarações à BFM TV, acrescentando que a luta contra esta doença será uma "maratona".

Estas declarações surgem um dia após o país ter registado o maior número de casos diário desde o início da pandemia, 41.622 infetados em 24 horas. 

09h31 - Independentes e sócios-gerentes podem voltar a pedir apoios retroativos. Os trabalhadores independentes, os empresários em nome individual e os sócios-gerentes que não pediram à Segurança Social os apoios relacionados com a pandemia de Covid-19, entre os meses de março e setembropodem fazê-lo a partir de hoje e até ao dia 31 de outubro. Os apoios são retroativos

09h21 - Quase quatro mil alunos testaram positivo à Covid-19 na Catalunha nos últimos dez dias, reporta o El País. De acordo com os dados de Departamento de Educação, 55.437 alunos, 2.470 professores e 146 funcionários externos de escolas e institutos estão, neste momento, em quarentena naquela região.

09h12 - A Covid-19 está "a despedaçar-me o coração".  Os efeitos da pandemia do novo coronavírus vão muito além do próprio vírus. Mary, que tem 104 anos e vive numa casa sénior, na Escócia está há seis meses sem ver a família, situação que diz estar a "despedaçar o seu coração".

"Sou muito bem tratada aqui. Mas preciso de ver a minha família", afirma, acrescentando que "o tempo dela está a acabar". A mensagem de Mary foi gravada em vídeo e posteriormente partilhada nas redes sociais. Ora veja.

08h42 - Sindicato de enfermeiros marca "semana de luta" em plena pandemia. Numa publicação feita nas redes sociais, o sindicato informa que "cumpridos os pressupostos legais", a greve está convocada para a segunda semana de novembro.

08h38 - Apertou o cerco a Norte. O que não se pode fazer nos concelhos confinados. A situação epidémica em alguns concelhos é "complexa", admitiu esta quinta-feira a ministra da Saúde. Saiba aqui quais são as regras determinadas especificamente para três concelhos do Norte do país.

08h33 - A República Checa registou 14.151 novos casos na quinta-feira, depois de no dia anterior ter registado o maior número de contágios em 24 horas (14.968). Foram também reportadas mais 55 mortes.

Desde o início da pandemia, o país contabiliza 223.065 casos confirmados e 1.845 vítimas mortais.

08h19 - Sabe quais são os sintomas da Covid-19? Desde que foram confirmados os primeiros casos de infeção em Portugal, a 2 de março, a informação sobre os diversos sintomas tem sido constante. Contudo, a Direção-Geral de Saúde partilhou uma lista de sintomas que, caso os tenha, deve ligar de imediato para a Linha SNS 24. 

  • Tosse
  • Febre
  • Dificuldade respiratória
  • Perda do olfato
  • Perda ou diminuição do paladar

Podem surgir outros sintomas. Consulte aqui.

08h11 - Kim Jong-un teme que poluição da China espalhe a Covid-19. As ruas da capital da Coreia do Norte, Pyongyang, estiveram praticamente vazias esta quinta-feira, depois de uma indicação meteorológica que dava conta de uma estranha nuvem de pó amarelo, que estaria a cobrir os céus, e que tinha origem na China.

Perante esta situação, o líder do país, Kim Jong-un, ordenou que todos se mantivessem em casa, temendo que esta nuvem carregasse o novo coronavírus.

07h37 - Quase mil cancros da mama, colo do útero e colorretal por diagnosticar. Quase mil cancros da mama, do colo do útero e colorretal não foram diagnosticados nos últimos oito meses devido à Covid-19, estima a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), que apontas "falhas na operacionalização" dos cuidados de saúde.

07h30 - Medidas isoladas são menos eficazes do que combinadas. Um estudo da Universidade de Edimburgo (Escócia) publicado hoje sublinha que as medidas combinadas contra o novo coronavírus são mais eficazes do que isoladas e que o distanciamento físico é fundamental até haver uma vacina.

Os autores do estudo conceberam vários cenários para analisar o impacto de outras medidas isoladas, tais como a suspensão de aulas, encerramento de locais de trabalho ou restrições aos movimentos internos, e o de quatro combinações de restrições que poderiam ser descritas como "bloqueios". Ora veja.

07h25 - Alemanha volta a registar mais de 11 mil infeções. Dados do Instituto Robert Koch (RKI), desta sexta-feira, indicam que o país germânico registou 11.482 contágios nas últimas 24 horas. O país contabiliza, desde o início da pandemia, 403.291 casos confirmados e 9.954 óbitos.

Na quinta-feira, o presidente do RKILothar Wieler, alertou que o aumento de casos no país tornava a situação "muito grave".

07h15 - Escolas dos concelhos de Borba e Vila Viçosa encerram hoje. As escolas pertencentes aos agrupamentos dos concelhos de Borba e de Vila Viçosa, no distrito de Évora, encerram a partir de hoje, até uma nova avaliação, devido à pandemia de Covid-19, foi hoje divulgado.

07h06 - Enquanto dormia:

  • EUA registam 1.035 mortos e mais de 72 mil casos nas últimas 24 horas. Com este balanço, o país atingiu os 222.965 óbitos, com quase 8,4 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia, depois de terem sido identificados 72.158 casos nas últimas 24 horas.
  • Mais 479 mortos e 6.612 infetados no México. Com esta atualização,  o total de óbitos subiu para 87.894 e o de casos confirmados para 874.171, informou o Ministério da Saúde.
  • Colômbia com 172 mortos e mais de oito mil infetados num só dia. Desde o início da pandemia já testaram positivo ao novo coronavírus 990.270 pessoas e morreram 29.636, informaram na quinta-feira as autoridades.
  • Peru com mais 47 mortes e 1.121 novos casos. O país contabiliza um total de 879.876 infeções e 33.984 óbitos desde o início da pandemia, anunciaram hoje as autoridades peruanas.
  • Argentina regista 438 mortos e 16.325 casos nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia há a lamentar 27.957 óbitos e registo de 1.053.650 casos confirmados, disseram as autoridades.
  • Coreia do Sul regista maior número de casos em mais de 40 dias. A Coreia do Sul registou 155 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número em mais de 40 dias, com um aumento de infeções em hospitais e lares da terceira idade.
  • China regista 18 novos casos importados. A Comissão de Saúde da China anunciou hoje terem sido identificados 18 casos de Covid-19, nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior.

Bom dia. Iniciámos o registo de hoje. Pode conferir o anterior aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório