Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Parlamento da Bolívia investiga compra de ventiladores a Espanha

A Assembleia Legislativa da Bolívia criou uma comissão para investigar a compra a Espanha de ventiladores, um caso sob investigação judicial e que já levou à detenção de cinco pessoas, incluindo um ex-ministro.

Parlamento da Bolívia investiga compra de ventiladores a Espanha
Notícias ao Minuto

06:17 - 26/05/20 por Lusa

Mundo Covid-19

A comissão vai investigar "tudo o que for relativo à aquisição de equipamentos para responder à emergência sanitária" causada pela covid-19, de acordo com um relatório do parlamento, divulgado na segunda-feira.

A comissão, formada por três senadores e seis deputados, vai investigar a compra de 170 ventiladores a uma empresa espanhola, por um preço unitário de 27.683 dólares (cerca de 25 mil euros), quando havia uma proposta entre 10.312 e 11.941 dólares (entre 9.500 e 11 mil euros), bem como a aquisição de 500 ventiladores anunciados pelo governo interino boliviano.

"Eles vão verificar quem comprou os ventiladores. Além disso, a investigação sobre os fundos do BID [Banco Interamericano de Desenvolvimento, que financiou a compra] vai abranger esse assunto e outras compras que se estão a fazer", afirmou a presidente da Assembleia, Eva Copa.

A comissão parlamentar surgiu depois de uma investigação judicial por alegada corrupção, que levou à detenção preventiva do ex-ministro interino da Saúde Marcelo Navajas e de três suspeitos, enquanto outros dois estão em detenção domiciliária.

Os médicos que tiveram acesso aos ventiladores informaram, dias antes das detenções, que os aparelhos não se adaptam aos serviços de reanimação dos hospitais bolivianos, servindo apenas para emergências.

O estado de emergência na Bolívia, decretado em 22 de março e em vigor até 31 de maio, incluiu vários regulamentos que permitem compras diretas de emergência no âmbito da pandemia, responsável por 250 mortes e 6.263 casos no país sul-americano, de acordo com os últimos dados oficiais.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 344 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório