Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2021
Tempo
10º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Covid-19: Nigéria vai libertar mais de 2.600 presos para evitar contágio

O Governo nigeriano vai libertar mais de 2.600 prisioneiros detidos nas instituições do país, uma medida que pretende reduzir a concentração de pessoas nas prisões e a possibilidade de contágio de covid-19, segundo o ministro do Interior.

Covid-19: Nigéria vai libertar mais de 2.600 presos para evitar contágio
Notícias ao Minuto

15:57 - 09/04/20 por Lusa

Mundo Covid-19

De acordo com o governante, a amnistia concedida a 2.600 prisioneiros -- assim como a 70 "delinquentes" detidos na capital, Abuja -- vai abranger pessoas com mais de 60 anos, que tenham problemas de saúde, assim como outros que estejam a terminar as suas sentenças.

A decisão da Nigéria surge depois de outros países africanos, como a Etiópia e o Quénia, terem também libertado vários prisioneiros devido à pandemia de covid-19.

A Nigéria regista 276 casos de infeção pelo novo coronavírus, contando seis mortes e 44 recuperações.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.

Dos casos de infeção, mais de 312 mil são considerados curados.

A covid-19 provocou 572 mortos em África e há o registo de 11.400 casos em 52 países, enquanto 1.313 pessoas já recuperaram, de acordo com os mais recentes dados sobre a pandemia no continente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório