Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 27º

Edição

Boris Johnson e Jeremy Hunt protagonizam último debate

Os dois candidatos a primeiro-ministro britânico, Boris Johnson e Jeremy Hunt, protagonizam hoje em Londres o último debate com militantes do partido Conservador antes do encerramento da votação, na segunda-feira.

Boris Johnson e Jeremy Hunt protagonizam último debate

Ao longo de quatro semanas, Johnson e Hunt percorreram o país e participaram em 16 debates, em que foram escrutinados sobre as suas ideias sobre questões como as políticas fiscal, económica e a externa, mas, sobretudo, relativamente ao 'Brexit'.

Num debate promovido pelo jornal The Sun e pela rádio TalkRadio, na segunda-feira à noite, ambos reiteraram que querem que o Reino Unido saia da União Europeia (UE) no final do prazo, a 31 de outubro, e que uma saída ordenada depende de alterações à solução para a Irlanda do Norte que está no acordo negociado com Bruxelas.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jeremy Hunt, afirmou que o mecanismo para evitar uma fronteira física com a vizinha Irlanda, conhecida por 'backstop', "como está, está morta", enquanto que o favorito, Boris Johnson, rejeitou "limites de tempo ou portas de escape unilaterais ou quaisquer dispositivos elaborados" e disse que "o problema é muito fundamental".

Porém, a recém-eleita presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que só vai estar em funções a 01 de novembro, reiterou a posição de que o acordo não será modificado.

"O acordo de saída negociado com o governo do Reino Unido cria certeza onde o 'Brexit' criou incerteza. Eu estou pronta para uma nova prorrogação da data de saída, se mais tempo for necessário por um bom motivo", afirmou na quarta-feira no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Jeremy Hunt e Boris Johnson disputam a eleição interna no partido Conservador para suceder a Theresa May à frente do partido, e, consequentemente, no cargo de primeiro-ministro.

Os militantes podem votar, por via postal, até às 16:00 (mesma hora em Lisboa) de 22 de julho e, no dia seguinte, e o vencedor será divulgado no dia seguinte, desencadeando a demissão da primeira-ministra britânica para dar o lugar ao novo líder do partido do governo.

Theresa May renunciou à liderança do partido Conservador a 07 de junho devido às dificuldades em fazer aprovar o acordo de saída que concluiu com Bruxelas em novembro, mas continua como chefe de governo até a eleição do sucessor.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório