Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Não consegue livrar-se da gordura abdominal? Principais razões e soluções

Uma barriga proeminente significa duas coisas: anos a fio a consumir gorduras e um cérebro guloso, explica Izabel de Paula, a body expert das celebridades.

Não consegue livrar-se da gordura abdominal? Principais razões e soluções
Notícias ao Minuto

07:00 - 01/10/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Gordura abdominal

Não há volta a dar. Em situações de ansiedade e de stress, o nosso cérebro procura acalmar-me através da ingestão da chamada comfort food.

"Os picos de insulina no organismo, provocados pela ingestão de alimentos repletos de gorduras e saturados, consumidos maioritariamente fora das refeições, são os principais responsáveis pelo aumento da gordura, e a repetição continua desses picos leva a que a gordura visceral se acumule à volta dos órgãos. O fígado, os rins, o pâncreas e os intestinos ficam gordos e a barriga incha e dilata. É por essa razão que a gordura acumulada na barriga é considerada a mais perigosa, uma vez que coloca em perigo a função dos órgãos e o estado da nossa saúde em geral", alerta Izabel de Paula.

Ainda que a gordura se acumule noutras zonas do corpo, a maioria centra-se na barriga, e esta gordura central e visceral representa um sinal de alerta ao qual devemos reagir o mais rapidamente possível. Mas por que razão tende a gordura a acumular-se na zona do abdómen e não noutras zonas?

A especialista aponta que a ciência médica ainda não decifrou o mistério, mas a gordura nas coxas e nas nádegas, não passa disso mesmo. Esprememo-la nos jeans, sentamo-nos em cima dela, lamentamos a celulite que ela provoca e ponto final. É chata mas não mata. Representa apenas um excesso de calorias ingeridas face ao gasto de energia despendido. Metabolicamente falando, essa gordura localizada é relativamente pacata.

A ambição de qualquer pessoa é uma barriga lisa e uns abdominais tonificados, mas o estilo de vida a que estamos sujeitos, muitas vezes frenético, impossibilita esta tarefa. Para dificultar, existe também a fraca força de vontade em resistir aos doces, salgadinhos e tantas outras tentações a que estamos sujeitos no quotidiano. A barriga é o nosso segundo cérebro, onde vivem as ansiedades. Por isso, é com o cérebro que temos de conversar e explicar que é ele quem comanda… em tudo. Assim, devemos construir, gradualmente, uma força de vontade obstinada e um cérebro orgulhoso do seu poder.

"A barriga é a primeira zona do corpo a aparecer como reflexo dos erros que cometemos na nossa alimentação e a última a ir embora quando começamos a redimir-nos, pelo que se trata de um processo vagaroso", diz a body expert. 

Em breves palavras, a sugestão deixada por Izabel de Paula é para que beba muita água, reduza ou corte com os açúcares, elimine de vez o consumo de gorduras hidrogenadas (bolos, salgados, etc.) e combata o stress e a ansiedade através da prática regular de exercício físico regularmente!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório