Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

"Leprosos sociais". Dormir pouco torna-o menos atrativo e acessível

Um novo estudo sugere que os indivíduos privados de sono sentem-se mais sozinhos e tendem a evitar interagir com outras pessoas, tal como quem sofre de ansiedade social.

"Leprosos sociais". Dormir pouco torna-o menos atrativo e acessível
Notícias ao Minuto

21:00 - 16/08/18 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Vá dormir

Dormir pouco pode tornar os indivíduos em “leprosos sociais”, sugere uma pesquisa norte-americana.

Os cientistas apuraram que tanto estes homens e mulheres são tipicamente considerados menos atraentes e acessíveis.

Mais ainda, os investigadores salientaram que a ‘aura’ destes indivíduos tende a provocar o afastamento de quem os rodeia, apenas 60 segundos após estarem na sua companhia.

Para efeitos daquela pesquisa, os académicos monitorizaram os cérebros de 18 pessoas enquanto visualizavam um vídeo de alguém a dirigir-se na sua direção.

Aqueles que se encontravam privados de sono registavam uma menor atividade nas regiões do cérebro que encorajam a socialização. E em contrapartida, os investigadores detetaram uma maior ação nas áreas que ficam mais ativas quando o espaço pessoal de alguém é violado.

Numa outra experiência, foi pedido a mil indivíduos que classificassem os vídeos de outros a conversarem.

As pessoas presentes nas imagens que tinham dormido menos registaram os piores resultados no que se referia a atratividade e foram igualmente considerados empiricamente por quem os observava como mais solitários.

Os voluntários admitiram ainda sentirem-se eles próprios mais isolados após observarem os indivíduos privados de sono falarem.

O líder do estudo, o professor Matthew Walker, da Universidade da California, disse: “O ser humano é uma espécie social. Todavia, a privação de sono pode tornar-nos em leprosos sociais”.

“Quanto menos dorme, menos vai querer interagir socialmente”.

“Por sua vez, as outras pessoas vêem-no como alguém socialmente repulsivo, o que dessa forma só vai agravar o impacto do isolamento social provocado por dormir pouco. Este ciclo vicioso representa um fator significativo para a crise de saúde pública que é a solidão”, alertou. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório