Meteorologia

  • 14 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

Sara Barros Leitão é "testemunha" de assédio que Sofia Arruda sofreu

"A história da Sofia é real, sou dela testemunha", garantiu a artista.

Sara Barros Leitão é "testemunha" de assédio que Sofia Arruda sofreu
Notícias ao Minuto

09:50 - 20/04/21 por Notícias ao Minuto 

Fama Sara Barros Leitão

Na entrevista que deu a Daniel Oliveira, Sofia Arruda fez várias declarações polémicas, entre elas o facto de ter sido vítima de assédio por parte de uma pessoa do meio da televisão que a levou a ficar sem trabalho no canal em questão durante cinco anos, pelo menos.

Não tendo ficado indiferente a tais confissões, a atriz Sara Barros Leitão, sua amiga, demonstrou-lhe todo o seu apoio através de uma publicação nas redes sociais. 

"Acabei de ver a entrevista e não fiquei surpreendida em nenhum momento. Foste como és: inteira, total, imensa, honesta, generosa. Que sorte tem quem te tem perto. Deixo tudo o que tenho para te dizer para as nossas conversas, que, por força da vida, são cada vez mais espaçadas, mas que nem por isso deixam de ser cheias de sinceridade, sororidade e admiração", nota.

Posteriormente, deixa uma mensagem às pessoas que não pertencem ao meio artístico: 

"O que a Sofia disse na entrevista é de uma coragem impossível de caracterizar. A Sofia começou a trabalhar com 11 anos na indústria televisiva, eu comecei aos 16", recorda, sublinhando que sempre teve por uma ela enorme admiração.

"A Sofia trazia uma frontalidade desarmante em situações desconfortáveis. Foi com ela que aprendi a expressar alto e no momento certo, com um tom de brincadeira mas ligeiramente acusativo, o que era preciso dizer para que as situações ficassem por ali. Ainda hoje acho que essa é a minha arma mais poderosa e tenho de lhe agradecer por me ter ensinado isso sem o saber", garante. 

Posteriormente, deixa um alerta aos colegas de profissão: "Nem toda a gente irá querer falar publicamente, nem toda a gente se quererá posicionar em solidariedade, nem toda a gente está, sequer, no momento de o poder fazer. Respeito todas as decisões. Contudo, todas e todos sabemos do que estamos a falar. Sabemos que o assédio hetero e homossexual existe no nosso meio". 

Sara termina dizendo que é importante neste tipo de casos não duvidar da alegada vítima, mas sim apoiá-la e chamar a atenção para o assunto de forma a que as pessoas consigam "reconhecer imediatamente o assédio".

"A história da Sofia é real, sou dela testemunha. Conheço outras. Conheço muitas. Não desanimemos se ainda não for desta. Acima de tudo, peço-vos para não descredibilizarem qualquer relato que entretanto surja, com o argumento de que 'vem a reboque', ou que 'passou demasiado tempo desde a primeira pessoa a denunciar, porque é que não falou logo?'. Volto a repetir: as pessoas têm o seu tempo e o seu momento", defende.

Leia o texto completo de seguida: 

Leia Também: Sofia Arruda quebra silêncio após declarações polémicas: "Não é uma moda"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório