Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2018
Tempo
MIN 5º MÁX 6º

Edição

Anda à procura de trabalho? Contratações vão continuar a crescer em 2018

A previsão dos empregadores nacionais é que a contratação continue no bom caminho. Saiba quais os setores de atividade e as regiões do país mais otimistas para os primeiros três meses de 2018.

Anda à procura de trabalho? Contratações vão continuar a crescer em 2018
Notícias ao Minuto

09:00 - 16/12/17 por Melissa Lopes

Economia Estudo

Os empregadores portugueses revelam uma subida acentuada nas intenções de contratação para o próximo trimestre, de acordo com um estudo da ManpowerGroup Employment.

Do estudo, realizado com base num inquérito a uma amostra representativa de 627 empregadores em Portugal, foi possível concluir que os empregadores nacionais revelam intenções de contratação otimistas para o primeiro trimestre de 2018.

Com 16% a prever um aumento, 3% a antecipar uma redução e 79% a considerar que não haverá alterações nos níveis de contratação. A projeção para a criação líquida de emprego situa-se nos 13%.

Durante o primeiro trimestre de 2018, perspetiva-se que a contratação aumente nos nove setores de atividade considerados no inquérito. O setor com maior projeção para a criação líquida de emprego é o setor de transportes, logística e comunicações, com uma previsão de 30%.

O setor de agricultura, florestas e pescas prevê um bom ritmo de contratação, com uma projeção de 21% e o setor de Finanças, Seguros, Imobiliário e Serviços prevê um ritmo mais lento mas ainda assim significativo, com uma projeção de 14%. Projeções positivas são também feitas pelos setores público e de construção, que apontam aos 12% de criação líquida de emprego, e pelo setor de indústria, com previsão de 11%. Por outro lado, o setor com a projeção mais “cautelosa” é o de fornecimento de eletricidade, gás e água, com uma previsão de apenas 4%.

As conclusões do inquérito, enviadas ao Notícias ao Minuto, revelam que os empregadores dos nove setores apontam a uma melhoria nos níveis de contratação face ao trimestre anterior, com melhorias muito relevantes, de 26 e 21 pontos percentuais, nos setores de transportes, logística e comunicações e de agricultura, florestas e pescas respetivamente. Preveem-se melhorias bastante consideráveis nos setores de restauração e hotelaria, de construção e no setor público, com aumentos de 13, dez e oito pontos percentuais respetivamente. A previsão para o setor de comércio grossista e retalhista mantém-se estável sem alterações significativas face ao trimestre anterior.

Sul é a região mais otimista

Os empregadores nas três regiões (Norte, Centro e Sul) antecipam um aumento da contratação durante os próximos três meses. Contudo, as previsões variam de região para região. As melhores perspetivas são as dos empregadores a Sul, que projetam uma criação líquida de emprego de 18%. Tanto no Centro como no Norte são antecipados aumentos otimistas, de 13% e 12% respetivamente.

As intenções de contratação são reforçadas nas três regiões, comparativamente com o trimestre anterior. A maior evolução acontece no Sul, com uma subida de 17 pontos percentuais. A projeção para a região Centro melhora significativamente, em nove pontos percentuais, enquanto os empregadores da região Norte perspetivam um aumento de sete pontos percentuais.

Perspetiva-se ainda que o volume de contratação aumente nas quatro dimensões referidas durante o primeiro trimestre de 2018. A projeção para a criação líquida de emprego aponta para um crescimento maior, de 21%, nas grandes empresas. As médias e pequenas empresas indicam uma projeção de contratação de 15% cada, enquanto a projeção de criação de emprego para as microempresas é de 6%.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório