Meteorologia

  • 12 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 23º

Villas-Boas ataca: "Processo da UEFA foi omitido pela anterior direção"

Presidente do FC Porto lamenta decisão tomada pela equipa diretiva que foi liderada por Pinto da Costa.

Villas-Boas ataca: "Processo da UEFA foi omitido pela anterior direção"
Notícias ao Minuto

15:39 - 18/05/24 por Notícias ao Minuto

Desporto FC Porto

André Villas-Boas, presidente do FC Porto, marcou presença, este sábado, na cerimónia de comemoração dos 25 anos da Casa do FC Porto em Resende. À margem deste evento, o líder dos azuis e brancos comentou o castigo aplicado pela UEFA.

"Lamentavelmente era um processo que já sabíamos que estava em curso e que foi estrategicamente foi omitido pela anterior direção do FC Porto e atual direção da SAD do FC Porto. Tínhamos perfeita noção do dossiê na sua extensão. No entanto, lamentavelmente e por conta do ato eleitoral, decidiram as pessoas não comunicar a verdade aos seus associados", começou por dizer André Villas-Boas aos jornalistas presentes.

"Independentemente de tudo isso, é uma situação grave que nos limita e que muita pressão vai causar sobre a próxima gestão. Todo o cuidado é pouco e é importante que os associados saibam o estado atual da situação do clube e da sua sociedade desportiva, assim como as dificuldades que temos neste caminho", frisou. 

Questionado sobre se mantém a ideia de construir o Centro de Alto Rendimento no Olival, em Gaia, Villas-Boas respondeu que quer esse, quer a ideia na Academia na Maia ainda estão em cima da mesa.

"Estamos a estudar os dois dossiês. Houve uma notificação ao FC Porto por parte da Câmara Municipal da Maia para mais um reforço de pagamento do contrato que está estabelecido pela hasta pública. No entanto, continuamos a trabalhar nos dois dossiês porque são duas opções viáveis em cima da mesa e pela qual tomaremos uma decisão muito em breve. Temos uma situação de tesouraria difícil e que causa muita pressão para a gestão financeira atual do clube. Queremos tomar uma decisão estratégia para o futuro que é importante. Vamos analisar qual a melhor solução. Ambas são muito diferentes uma da outra e beneficiam o FC Porto em todos os sentidos", continuou.

Sobre Sérgio Conceição, Villas-Boas garante que a conversa será depois da final da Taça.

"Neste momento é importante que a equipa tenha tranquilidade no seu trabalho, a minha conversa com o treinador foi nesse sentido, dar estabilidade ao grupo de trabalho e ao treinador. Essa reunião e toda a sua profundidade será depois da final da Taça", finalizou.

Leia Também: André Villas-Boas viajou até Resende e teve esta receção apoteótica

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório