Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Reabilitação urbana mantém "elevadas taxas de crescimento"

A atividade de reabilitação urbana mantém "elevadas taxas de crescimento", com "uma subida expressiva" de 41,8% em maio deste ano, em termos homólogos, segundo o barómetro da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), hoje divulgado.

Reabilitação urbana mantém "elevadas taxas de crescimento"
Notícias ao Minuto

11:41 - 10/07/18 por Lusa

Economia AICCOPN

Com base nos dados obtidos no inquérito mensal aos empresários do setor da construção que atuam neste mercado, o nível de atividade de reabilitação urbana registado durante o mês de maio deste ano representa também um aumento de 5,1% face ao mês anterior.

De acordo com a AICCOPN, os dados apurados no inquérito vêm "comprovar os elevados níveis de confiança" no mercado da reabilitação urbana.

Além do crescimento do nível de atividade, o índice que mede a carteira de encomendas, através da evolução da opinião dos empresários relativamente ao volume de obras em carteira, verificou um aumento de 45,7%, em termos homólogos, e de 10,4% face ao mês anterior.

Neste âmbito, o indicador da carteira de encomendas "regista há sete meses consecutivos taxas de crescimento superiores a 40%", revelou a AICCOPN.

Em relação à produção contratada em meses, ou seja, o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, "fixou-se em 7,5 meses, o que traduz um ligeiro decréscimo face ao observado no mesmo mês do ano anterior".

Fundada em 1892, a AICCOPN é uma associação de âmbito nacional, que representa cerca de 8.000 empresas do setor da construção civil e obras públicas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório