Meteorologia

  • 21 JUNHO 2018
Tempo
22º
MIN 22º MÁX 22º

Edição

Konan vítima de insultos racistas após derrota do Vitória SC no Bessa

Lateral vimaranense lamentou ter recebido mensagens de cariz racista nas redes sociais.

Konan vítima de insultos racistas após derrota do Vitória SC no Bessa
Notícias ao Minuto

08:40 - 13/02/18 por Francisco Amaral Santos

Desporto I Liga

Konan, lateral esquerdo do Vitória SC, foi vítima de um lamentável episódio de racismo. Na manhã de terça-feira, o jogador recorreu às redes sociais para denunciar algumas mensagens que recebeu após a derrota do conjunto orientado por Pedro Martins no Bessa, diante do Boavista (1-0).  

"Eu sei que foi por minha culpa que perdemos os três pontos. Peço desculpa, mas por favor digam aos que me enviam a mensagem dizendo que sou um negro sujo, para pararem com isso. Defenderei uma e outra vez, vou cometer erros, mas vou defender até deixar o clube", podia ler-se numa publicação que mais tarde foi eliminada pelo jogador de 22 anos. 

Konan acredita que o que deu a origem às lamentáveis mensagens foi a falha na marcação a Fábio Espinho, jogador do Boavista que marcou o único golo do encontro aos 58 minutos. 

Apesar de a publicação já não estar disponível, os companheiros de Konan reforçaram a mensagem do lateral, também através das redes sociais. A mensagem mais forte partiu do central Pedro Henrique.

"Nós temos trabalhado muito, mas infelizmente os nossos resultados não têm vindo conforme esperado. Entendemos as cobranças e sabemos que faz parte do desporto e da profissão que escolhemos e, por isso, estamos fazendo de tudo para que a situação possa melhorar. Porém, quando uma cobrança ultrapassa o respeito peloo ser humano, jamais podemos aceitar. A forma como algumas pessoas abordaram nosso companheiro Konan é absurda e inaceitável. Racismo é crime e, antes de ser crime, é uma enorme falta de respeito. Aqui somos todos iguais, independente de cor, raça, classe. Merecemos respeito. Julgar o outro pela cor da pele é não olhar para si e pro seu próprio caráter. A cor da nossa pele não define quem somos, mas nossas atitudes sim. Somos todos iguais!", escreveu Pedro Henrique também na rede social Instagram. 

Nós temos trabalhado muito, mas infelizmente nossos resultados não têm vindo conforme esperado. Entendemos as cobranças e sabemos que faz parte do esporte e da profissão que escolhemos e, por isso, estamos fazendo de tudo para que a situação possa melhorar. Porém, quando uma cobrança ultrapassa o respeito com o ser humano jamais podemos aceitar. A forma como algumas pessoas abordaram nosso companheiro Konan é absurda e inaceitável. Racismo é crime e, antes de ser crime, é uma enorme falta de respeito. Aqui somos todos iguais, independente de cor, raça, classe. Merecemos respeito. Julgar o outro pela cor da pele é não olhar para si e pro seu próprio caráter. A cor da nossa pele não define quem somos, mas nossas atitudes sim. Somos todos iguais!

Uma publicação partilhada por Pedro Henrique (@pedrohenrique92oficial) a 12 de Fev, 2018 às 5:58 PST

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.