Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2017
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 11º

Edição

FC Porto - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Dragão sobreviveu ao inferno e no final teve razões para sorrir

Empate preciso, num terreno difícil. O FC Porto conquistou esta terça-feira um ponto, que pode ser fulcral para a passagem aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

Dragão sobreviveu ao inferno e no final teve razões para sorrir
Notícias ao Minuto

08:30 - 22/11/17 por Ruben Valente

Desporto Análise

O FC Porto experienciou em Istambul, um dos ambientes mais complicados da Europa. Os adeptos do Besiktas não deram tréguas aos jogadores azuis e brancos, mas ainda assim, devido a uma primeira parte de bom nível, a equipa orientada por Sérgio Conceição saiu da Turquia com um ponto, que pode vir a ser precioso para as contas do apuramento.

Os dragões empataram a uma bola. Felipe marcou aos 29 minutos para os dragões e Talisca restabeleceu a igualdade aos 41.

Com duas partes contrastantes, o FC Porto ainda conseguiu fazer estragos no primeiro tempo, enquanto que a segunda parte foi demolidora, por parte do Besiktas. Os turcos sufocaram (e secaram) quase por completo os dragões, que pouco fizeram nos segundos 45 minutos. O esférico teimava em sair do meio-campo azul e branco, muito por culpa da pressão exercida pela equipa de Quaresma, Pepe e Talisca.

Lado direito fechado a sete chaves

O treinador do FC Porto quis apostar em Maxi e Ricardo Pereira para a ala direita, sendo que o uruguaio jogou como lateral e o português serviu mais de apoio ao ataque. Conceição quis jogar pelo seguro e colocar em campo dois jogadores com caraterísticas defensivas, de forma a não ser surpreendido. Com Quaresma e Babel nas aulas, o Besiktas podia ter causado (ainda) mais estragos à equipa do FC Porto. Se foi a fórmula do sucesso? Os turcos ainda atacaram bastante pelas alas, mas o resultado (1-1) fala por si.

Ambiente escaldante e difícil de ser ultrapassado

A 1.ª parte foi claramente o período mais complicado pelo qual o FC Porto passou na Vodafone Park, uma vez que foi durante os primeiros 45 minutos que os pupilos de Sérgio Conceição estiveram melhor na partida. Cada vez que os dragões construíam uma jogada, ou que detinham a bola mais do que cinco segundos, as vaias, os assobios e os insultos eram ensurdecedores. 

Se para a equipa da casa isso dá motivação, para os jogadores forasteiros isso complica - e de que maneira - o trabalho. Ainda assim, Felipe conseguiu faturar e colocar o FC Porto em vantagem aos 29 minutos. Mesmo com todo o 'inferno' causado pelos adeptos das 'águias negras'.

Como ficam as contas do FC Porto?

O FC Porto está neste momento no 2.º lugar do Grupo G, com os mesmos 7 pontos que o Leipzig - que venceu o Monaco, esta terça-feira, por 4-1.

O primeiro lugar já é tarefa impossível, visto que o Besiktas tem 11 pontos. Ainda assim, os dragões dependem de si próprios para seguir em frente na prova milionária. Se o FC Porto vencer o seu jogo frente ao Monaco, referente à 6.ª e última jornada da fase de grupos, está automaticamente nos 'oitavos'. 

No entanto, se empatar ou perder, fica dependente do resultado do encontro entre o Leipzig e o Besiktas.

Besiktasvs.FC Porto
60%Posse de bola40%
9Remates9
5Remates à baliza2
7Cantos0
14Faltas19
2/0Cartões amarelos/vermelhos2/0

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório