"Vender? Não necessitamos, mas admitimos que possam chegar propostas"

O administrador executivo do Benfica declarou-se satisfeito por ver as contas do clube aprovadas em Assembleia Geral.

© Global Imagens
Desporto Soares de Oliveira

Domingos Soares de Oliveira, administrador executivo do Benfica, comentou esta quarta-feira as contas do clube, aprovadas em Assembleia Geral da SAD por “esmagadora maioria”.

PUB

Em comentário aos jornalistas, Soares de Oliveira mostrou-se muito agradado com os números apresentados, lembrando ainda que, devido aos resultados positivos conseguidos, o clube não está obrigado a alienar qualquer ativo no mercado de inverno.

"As contas apresentam um resultado positivo acima dos 20 milhões de euros e ainda apresentaram um crescimento das receitas muito significativo. É a primeira vez que a SAD ultrapassa os 200 milhões de receitas e estes resultados foram recebidos com agrado pelos acionistas. Por isso aprovaram com esmagadora maioria", afirmou o dirigente.

"Necessário [vender] não é. Mas o mercado, como se pode ver na imprensa, está sempre ativo. Não temos essa necessidade, mas admitimos que possam chegar propostas, algo que até agora não sucedeu", assegurou, mostrando-se ainda confiante quanto ao elevado passivo do clube da Luz.

"O passivo do Benfica deve ser equilibrado em relação ao ativo. O ativo cresceu 10,7% no ano passado e o passivo cresceu 6%. Hoje o passivo é de 275 milhões de euros e as receitas, do ponto de vista consolidado, estão nos 230 milhões. A situação que procurámos é algo que está perto de ser atingido. Certamente será atingida no novo quadriénio", assegurou.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS