Varzim vence Vitória de Setúbal com golo 'ao cair do pano'

O Varzim entrou hoje a vencer na fase de grupos da Taça da Liga de futebol, derrotando o Vitória de Setúbal, por 1-0, com um golo de Jeferson no último lance do jogo.

© DR
Desporto Taça da Liga

O tento do defesa-central brasileiro aconteceu no terceiro e último minuto dos descontos, entregando o triunfo à equipa poveira, que milita na II Liga, e que assim lidera, à condição, o grupo, no qual ainda fazem parte Sporting e Arouca, que se defrontam na quarta-feira.

PUB

Numa partida em que o primodivisionário Vitória de Setúbal, apesar das muitas alterações no 'onze', foi, no cômputo geral, mais dominador, enviando mesmo duas bolas aos postes, os poveiros tiveram na eficácia a sua maior arma.

Uma iniciativa de Ryan Gauld, travada pelo guarda-redes dos poveiros Paulo Cunha, e um cabeceamento de Vasco Costa, igualmente seguro pelo guardião do Varzim, ainda antes dos dez minutos, surgiram como os primeiros lances de perigo dos sadinos.

O Varzim, que nesta partida apresentou um 'onze' completamente renovado em relação ao seu último compromisso no campeonato, foi travando os ímpetos contrários, tentando, depois, espreitar o contra-ataque.

Tiago Alves, após iniciativa individual, obrigou Trigueira à primeira intervenção na baliza sadina, sublinhando uma reação do Varzim, que ainda na primeira parte sofreu duas contrariedades, com as lesões dos médios Sérgio Organista e Pedro Santos, rendidos por Estrela e Keaton, respetivamente.

A igualdade ao intervalo deu confiança à equipa de João Eusébio, que regressou para a etapa complementar com mais garra, criando nos primeiros 15 minutos uma 'mão cheia' de oportunidades de golo.

Villagran, de livre, Denot e Keaton, este com um remate à barra da baliza sadina, colocaram pressão sobre a formação da I Liga, que surgiu para o segundo tempo bem mais amorfa, vendo o guardião Trigueira esforçar-se para manter a sua baliza inviolável.

José Couceiro percebeu que precisava de mais dinâmica para a sua equipa e, perante os avanços do Varzim, lançou, de uma vez só, Edinho e Arnold para tentar ganhar maior vocação ofensiva.

As alterações do técnico do Setúbal tiveram efeitos quase imediatos na equipa, com os visitantes a recuperarem a toada mais dominadora e a enviarem duas bolas ao poste por Venâncio e Edinho.

No entanto, e já no último dos três minutos de desconto, e quando o empate parecia uma certeza, Rui Neta ganhou um livre junto à linha final da área sadina, que Villagrán cobrou e que encontrou o desvio certeiro de Jeferson, que fixou o 1-0 final.

 

Jogo no Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim.

Varzim - Vitória de Setúbal, 1-0.

Ao intervalo 0-0.

Marcador:

1-0, Jeferson, 90+3 minutos.

 

Equipas:

- Varzim: Paulo Cunha, Tiago Alves, Lima Pereira, Jeferson, Villagrán, Pedro Santos (Keaton, 39), Sérgio Organista (Estrela, 15), Denot (Mailó, 60), Nelsinho, Neta e Éder Diez.

(Suplentes: Paulo Vítor, Keaton, Rui Costa, Jean, Mailó, Nélson Agra e Estrela).

Treinador: João Eusébio.

- Vitória de Setúbal: Trigueira, André Geraldes, Pedro Pinto, Frederico Venâncio, Nuno Pinto, Mikel, Ryan Gauld, Nené Bonilha (Edinho, 64), Zé Manuel (Arnold, 64), Vasco Costa (Ruca, 77) e Nuno Santos.

(Suplentes: Lucas Raeder, Fábio Cardoso, Arnold, Pedrosa, Edinho, Gonçalo Duarte e Ruca).

Treinador: José Couceiro.

Árbitro: Luís Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Pinto (55), Éder Diez (78), Mikel (81) e Villagran (90+2).

Assistência: cerca de 1.000 espetadores.

 

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS