"Jonas é um perigo. Felizmente ainda não recuperou"

Antunes destaca "plantel muito forte e unido, bem orientado pelo mister Rui Vitória, que formou uma equipa coesa".

© Global Imagens
Desporto Antunes

O Benfica defronta, esta quarta-feira, o Dínamo Kiev, sabendo que não tem grande margem de erro na luta pelo apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

PUB

Do outro lado estará Antunes, que admite que “os próximos dois jogos, ambos com o Benfica, serão decisivos”, ainda que uma derrota não signifique “desistir da luta pelo apuramento”.

“A conquista de três pontos será uma ajuda importante para manter a equipa na luta do grupo. As equipas vão lutar pela vitória e isso pode resultar num bom jogo”, sublinha, acrescentando que “falar de favoritos por se jogar em casa não faz sentido”.

Quanto ao Benfica, o internacional português assegura que a lição está bem estudada, na tentativa de bater “um plantel muito forte e unido, bem orientado pelo mister Rui Vitória, que formou uma equipa coesa”.

“Tem jogadores que podem fazer a diferença em qualquer momento. O Jonas é um perigo, faz muitos golos… felizmente para nós que ainda não recuperou. Mas já têm o Jiménez, que, como se viu na época passada, mesmo não sendo titular é importante e faz golos mesmo saindo do banco de suplentes. Mas aquilo que realmente destaco no Benfica é o seu conjunto, um grupo muito unido e forte”, afirma.

Por fim, Antunes não esconde que o encontro com os ‘encarnados’ será “especial”: “É mais uma oportunidade de mostrar aos portugueses o nosso valor. Por vezes quem joga fora do país cai no esquecimento e sempre é mais uma chance de mostrar como está a evoluir a carreira. Além disso, também é sinal que as equipas portuguesas estão a fazer bem o seu trabalho e estão em grandes provas”.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS