Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

"All you need is"... hope? Dragão perde mas não abdica do sonho europeu

Golos de Keita e Firmino 'abanam', mas não derrubam um FC Porto que se mantém na luta por um lugar nas meias-finais da Liga dos Campeões.

"All you need is"... hope? Dragão perde mas não abdica do sonho europeu

Resumo

Se os Beatles cantavam “All you need is love”, o FC Porto bem pode cantar “All you need is”… hope. Que é como quem diz, esperança, depois da derrota sofrida em Anfield Road, com o Liverpool.

Numa noite em que Marega se mostrou especialmente desinspirado, os golos de Naby Keita e Roberto Firmino abateram um dragão, que leva uma desvantagem de dois golos para Portugal. A ‘missão meias-finais’ está mais difícil, mas nem por isso impossível para a equipa de Sérgio Conceição.

Marega e defesa ‘esburacada’ desenharam uma cruz ‘red’

O FC Porto saiu derrotado de Anfield Road, mas não se pode dizer que tenha entrado mal no jogo. A equipa de Sérgio Conceição mostrou-se pressionante, apostada em não deixar o Liverpool sair confortavelmente para o ataque a partir da defesa.

E os dragões foram, inclusive, os primeiros a causar algum frisson no jogo. Logo ao segundo minuto, Jesús Corona ‘cavalgou’ pela ala direita e cruzou para o coração da grande área, onde apareceu Moussa Marega a rematar a centímetros do alvo.

Mas, se os azuis e brancos ‘ladraram’, os reds… ‘morderam’ na primeira ocasião de perigo de que dispuseram. Naby Keita, à entrada da grande área, ensaiou o remate, e a bola desviou em Óliver Torres antes de encontrar o caminho para o fundo das redes à guarda de Iker Casillas.

Em vantagem no marcador, a equipa de Jurgen Klopp carregou no acelerador e instalou-se no meio-campo adversário. O FC Porto bem tentava a saída rápida para o ataque, o que provocou inúmeras perdas de bola em posições pouco simpáticas.

Quando o conseguiu fazer com sucesso, voltou a ficar perto do golo, mas Marega voltou a não ter a pontaria afinada. E, tal como havia sucedido antes, a oportunidade de uns tornou-se no aproveitamento de outros.

Após falhar um ‘golo cantado’, que nasceu de uma asneira de Otávio, o Liverpool voltou a colocar a nu as debilidades defensivas do FC Porto. Trent-Alexander foi à linha e cruzou rasteiro para Roberto Firmino, que, à boca da baliza, só teve de encostar para o 2-0.

Ainda antes do apito para o intervalo, houve tempo para Marega falhar mais uma oportunidade clara de golo, e para um episódio de polémica. Na tentativa de socar a bola, Alisson acabou por a atirar contra o braço de Alexander-Arnold. O FC Porto pediu grande penalidade, mas, após ouvir o VAR, Mateu Lahoz mandou jogar.

Missão difícil... mas não impossível

No segundo tempo, as equipas trocaram de campo, mas a toada manteve-se favorável ao Liverpool. O FC Porto tentou pausar o jogo e tentar sair com maior critério, mas viu-se importante para travar o poderio adversário.

Ciente das dificuldades físicas de Alex Telles – que pouco conseguiu atacar e que delegou as tarefas defensivas a Éder Militão – a equipa da casa ‘castigou’ o lado esquerdo da defesa azul e branca e a partir daí conseguiu criar perigo em diversas ocasiões.

Chegou, inclusive, a fazer novamente a festa quando, aos 48 minutos, Jordan Henderson cruzou dessa mesma posição para o golo de Sadio Mané, mas o lance acabou por ser anulado por posição irregular do senegalês.

A diferença entre ambas as equipas ficou bem patente dentro das quatro linhas, mas poderia ficar esbatida, não fosse um segundo tempo também ele desinspirado de Marega, que esteve bem na procura da oportunidade… mas mal na altura da concretização.

O FC Porto parte, assim, para a segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões ‘abanado’, mas não KO. Com dois golos de desvantagem, a equipa de Sérgio Conceição terá, no entanto, de assinar uma exibição perto da perfeição para seguir em frente na prova milionária.

Momento do jogo: Na primeira vez em que foi à baliza, o Liverpool marcou, por intermédio de Naby Keita. A partir daí, instalou-se no meio-campo do FC Porto e abriu caminho para uma vitória com relativa tranquilidade.

Acompanhamento

90' - Apito final em Anfield Road. O Liverpool bate o FC Porto por 2-0, graças aos golos de Naby Keita e Roberto Firmino.

83' - Polémica na área do Liverpool. Otávio cruzou a bola e, na disputa com Alexander-Arnold, Felipe vai ao relvado. Mais uma vez, Mateu Lahoz foi ao VAR, mas nada assinalou.

82' - Nova substituição no Liverpool. Entra Sturridge para o lugar de Firmino.

78' - Parece repetitivo, mas... mais uma oportunidade desperdiçada por Marega. Éder Militão lançou a bola em profundidade e o maliano, na cara de Alisson, atirou por cima.

77' - Sérgio Conceição esgota as alterações. Maxi Pereira dá o lugar a Fernando Andrade.

73' - Substituições em ambas as equipas. No Liverpool, entra Origi para o lugar de Mané. No FC Porto, é Óliver quem sai para dar o lugar a... Bruno Costa.

69' - Alisson volta a tirar o golo a Marega. O maliano procurou a velocidade e, de ângulo apertado, atirou para a defesa do brasileiro.

62' - Sérgio Conceição mexe pela primeira vez na equipa. O treinador do FC Porto lança Yacine Brahimi para o lugar de Soares.

60' - Mais um cartão amarelo exibido ao FC Porto. Desta feita, a Felipe.

52' - Nova ocasião de golo para os reds. No seguimento de uma jogada de contra-ataque, Salah colocou-se em posição de remate na área, mas Danilo foi mais rápido e impediu males maiores.

48' - Golo anulado ao Liverpool! Henderson cruzou a bola e Sadio Mané empurrou para o fundo das redes, mas estava em posição irregular.

46' - Arranca a segunda parte em Inglaterra. Cabe ao Liverpool dar o pontapé de saída.

45' - Intervalo no Liverpool-FC Porto. Os golos de Keita e Roberto Firmino valem a vantagem à equipa de Jurgen Klopp no final dos primeiros 45 minutos.

31' - Polémica em Anfield Road! Alisson, na tentativa de impedir um pontapé de canto, soca a bola contra o braço de Alexander-Arnold. Os dragões pediram grande penalidade, mas Mateu Lahoz ouviu o VAR e assinalou apenas pontapé de canto.

30' - Tão perto o golo do FC Porto! Marega isolado no ataque, permitiu a defesa de Alisson.

Veja o segundo golo do Liverpool

26' - Mais um erro do FC Porto, mas desta vez o Liverpool não desperdiçou. Trent Alexander-Arnold foi à linha e cruzou rasteiro para Roberto Firmino, que, completamente sozinho à boca da baliza, só teve de encostar para o 2-0.

22' - O que acaba de falhar Salah! Otávio, com um passe atrasado desastroso, colocou a bola nos pés do egípcio, que, cara a cara com Casillas, atirou ligeiramente ao lado do alvo.

18' - O primeiro cartão amarelo do jogo vai para Tiquinho Soares.

17' - Nova oportunidade desperdiçada pelo FC Porto. Marega combinou com Soares e apareceu na grande área a rematar. Valeu, no entanto, o desvio de Virgil Van Dijk.

15' - Depois do golo madrugador, o Liverpool manteve o pé do acelerador e vai empurrando o FC Porto às cordas. Vida difícil para os dragões em Inglaterra.

Eis o golo que adiantou o Liverpool no marcador

5' - Está quebrado o nulo em Anfield Road, e a favor do Liverpool. Naby Keita ensaiou o remate à entrada da grande área e a bola embate em Óliver Torres, que trai Iker Casillas e coloca os reds em vantagem bem cedo no jogo.

2' - O FC Porto dá o primeiro sinal de perigo! Corona foi à ala direita e cruzou para o coração da grande área, onde apareceu Moussa Marega a rematar a centímetros da baliza à guarda da Alisson.

1' - Apito inicial em Anfield Road. Cabe ao FC Porto dar o pontapé de saída na casa do Liverpool.

Onzes

Liverpool: Alisson; Alexander-Arnold, Lovren, Van Dijk, Milner; Fabinho, Henderson, Keita; Salah, Mané e Firmino.

FC Porto: Casillas; Maxi, Felipe, Militão, Alex Telles; Corona, Danilo, Óliver, Otávio; Marega e Soares.

Antevisão

O sonho milionário do FC Porto conhece, esta terça-feira, um novo capítulo. Desta feita, em Anfield Road, onde mora um dos mais temidos clubes da atualidade europeia, que, na temporada transata, provocou uma autêntica derrocada no estádio do Dragão.

Mas, tal como Sérgio Conceição sublinhou na véspera, “isto não se trata de vingança, mas de um jogo de futebol”. E, em terra de Beatles, exige-se aos campeões portugueses um ‘concerto’ de gala, de forma a levar a eliminatória para o reduto azul e branco.

Sérgio Conceição já sabe que não poderá contar com os lesionados Fabiano e Vincent Aboubakar, nem com os castigados Pepe e Héctor Herrera. Alex Telles, que trabalhou de forma condicionada durante a semana, é outra das ‘dores de cabeça’ do treinador luso.

No entanto, do outro lado estará um Liverpool também ele debilitado, face às lesões de Alex Oxlade-Chamberlain, Adam Lallana e Joe Gomez. Andrew Robertson, que se encontra a cumprir castigo, também não entrará nas contas de Jurgen Klopp.

O Liverpool-FC Porto, relativo à primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, será apitado pelo espanhol Antonio Mateu Lahoz, e pode acompanhá-lo, em direto, a partir das 20h, no Desporto ao Minuto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório