Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Sporting - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

BdC: "Se isto for até ao fim, os jogadores perdem"

A conferência de imprensa do presidente do Sporting teve lugar no Auditório Artur Agostinho.

BdC: "Se isto for até ao fim, os jogadores perdem"
Notícias ao Minuto

22:04 - 11/06/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Declarações

Bruno de Carvalho falou aos jornalistas, pelas 21h30, no Auditório Artur Agostinho, no Estádio de Alvalade. 

Recorde-se que, esta segunda-feira, William Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson Martins e Bas Dost apresentaram as suas rescisões de contrato. 

"Mais um dia difícil para a família sportinguistas. Não é que estas situações não estivessem pensadas porque, infelizmente, estamos nós e o Sporting a viver uma altura onde há um ataque consertado. Não são três, são quatro as cartas de rescisão que chegaram. E há coisas que gostava de explicar aos sportinguistas. 

Lamentamos que o Sporting esteja a passar por uma situação destas, que os sportinguistas estejam a viver um período onde vivem momentos de dúvidas e angústia. Não é o desígnio desta administração. Temos todos de tomar uma decisão. 

Tenho de vos dizer que o que está aqui nestas rescisões não tem qualquer fundamento a nível de justa-causa. Não tem. Nós não somos maluquinhos, sabemos o que estamos a dizer. Se pudéssemos, por um acontecimento como o que aconteceu em Alcochete, rescindir, nenhum clube do mundo iria pagar a nenhum clube do mundo alguma transferência. Porque facilmente se leva quatro ou cinco pessoas à porta de casa ou de uma Academia e alega-se não se ter condições de segurança.

O teor das cartas é tão fraco na argumentação que já se percebeu que estes processos não são para ser levados até ao fim. É como a Assembleia Geral de dia 23, que também não seria para acontecer. Seria apenas para sermos expulsos de sócios. 

Nós não precisamos de nada de mais para ir embora, precisamos que as pessoas venham cá, aos serviços, e que peçam a Assembleia-Geral Destitutiva. Não estamos agarrados. Estamos disponíveis para virem cá. 

Sobre os jogadores dizemos o seguinte. Para os sportinguistas é-lhes devido um esclarecimento. Para além das cartas de rescisão, temos Órgãos de Comunicação Social a dizer que se este Conselho Diretivo for embora, que os atletas voltam atrás... Isto é uma estratégia clara de desgaste. Se o problema é este Conselho Diretivo, basta os atletas escreverem uma carta ao Sporting e à SAD que, se esta Direção de demitir, voltam atrás e jogam no Sporting, e, se nos candidatarmos e ganharmos, continuam estas premissas. Basta esta carta dos seis jogadores e nós, na mesma hora, demitimo-nos

Querem uma Assembleia-Geral Destitutiva? Vêm cá e é marcada no prazo máximo de dez dias. Os jogadores querem voltar atrás se nos demitirmos, é mandar a carta. Sobre as cartas de rescisão, guardarei para o tribunal o que tenho a dizer. 

Vamos imaginar que tomávamos como opção sair, nós íamos embora e o futebol mudava de paradigma no mundo inteiro, porque se isto são causas para uma rescisão por justa causa... Íamos embora e fosse quem fosse o presidente, que tipo de liderança teria no Sporting? Ia gerir sob medo? Sob pressão? Não. E sempre que um jogador quisesse ir embora, isto ia acontecer. A coisa mais fácil que podíamos fazer era ir embora, e o Sporting perdia o respeito dos últimos cinco anos. Quem ficava a mandar no clube não eram os associados, mas agentes e investidores.

O que traria de bom a nossa saída para o Sporting, neste momento? Não conseguimos entender. Não conseguimos entender o que é que isso travaria, fosse o que fosse. A única coisa que achamos é que o Sporting está na mão dos sportinguistas. Sairíamos com a honra. Se o grande problema são os jogadores, se escreverem a tal carta nós sairemos. Mas os sportinguistas fiquem com a noção o quão pobre o Sporting vai passar a ser, vai perder a sua força negocial, a sua face e credibilidade. Mas compreendemos a angústia. Esperemos que os sportinguistas entendam o que o Sporting vai retroceder. Está nas mãos dos sportinguistas. 

Vamos continuar a lutar pelo Sporting. Mas acho que, como jogada de xadrez, acho que têm sido brilhantes. Os autores têm sido brilhantes naquilo que é o xeque-mate, num povo sportinguista que está manipulado, intoxicado e que só quer paz. Continuamos a acreditar naquilo que fazemos e continuaremos. Alertamos, desde já, é que acontecerá mais até dia 15. As pessoas têm de olhar para isto como um todo. Isto faz parte de um esquema."

Segue agora espaço para perguntas. 

O que representam financeiramente as rescisões? O xeque-mate é precisamente esse. É colocar a dúvida se haverá clube ou não. Utilizar jogadores para isto é inédito no futebol. Tudo isto não está a ser benéfico para as contas do Sporting mas é por isso que temos de chegar a um pouco e dar as alternativas possíveis. Voltarmos as costas, neste momento, resolvia o quê? Não chegou nenhuma proposta pelo Podence, pelo Gelson, pelo William nem pelo Bruno Fernandes... Houve conversas mas parece-me que não houve formalização pelo Rui Patrício... 

Como é que o BdC de 2011 e 2013 olhava para a atuação do Conselho Diretivo neste momento? Isso são situações em que o Sporting apresentava prejuízos constantes... Vendia património aos desbarato. Está a tentar comparar com cartas de rescisão que, se for levado até ao fim, não serão válidas. Se isto for até ao fim, os jogadores perdem. Como é que eu veria? Provavelmente estaria ao lado do presidente, porque não gosto de chantagens.

O início da época está a chegar. Como é que vai resolver o assunto dos jogadores? Garanto que o plantel do Sporting existirá, mesmo com estas rescisões. Até porque há aqui jogadores que não estavam previstos continuar no clube. A pré-época começa daqui a dez dias porque quisemos. Os jogadores não valiam nada, em termos de ativo. Ultrapassámos a situação e, por que não, nos dias de hoje, não ultrapassaremos?

É possível Rui Patrício e Podence voltarem atrás nas rescisões? Claro. Aqueles sete dias, são os sete dias em que a SAD não pode recusar, o que não quer dizer que, mais tarde, não possam voltar. Cabe à SAD aceitar ou não. É lógico que os jogadores, mais cedo ou mais tarde, vão voltar para trás.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.