Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2018
Tempo
MIN 5º MÁX 6º

Edição

Obras de Rafael no Vaticano descobertas 500 anos depois

Especialistas acreditam que estes podem ser os dois últimos trabalhos de um dos mestres do Renascimento. Restauração das duas obras devem ficar concluídas em 2022.

Obras de Rafael no Vaticano descobertas 500 anos depois
Notícias ao Minuto

10:41 - 17/12/17 por Fábio Nunes

Cultura Mistério

Era um dos mistérios mais duradouros do Vaticano. Duas obras de Rafael, um dos maiores pintores de sempre, foram descobertas durante um trabalho de limpeza e de restauração numa das salas do Museu do Vaticano, de acordo com a CNN.

Os especialistas adiantam que estes poderão ser os dois últimos trabalhos de Rafael. Um dos grandes mestres do Renascimento morreu cedo, em 1520, quando teria 37 anos.

“É uma sensação maravilhosa, sabendo que estas foram provavelmente as últimas obras que pintou, quase que se pode sentir a verdadeira presença do mestre”, disse Fabio Piacentini, o chefe do projeto de restauração do Vaticano.

As obras mostram duas figuras femininas, uma que retrata a Justiça e a outra a Amizade. Fariam parte de um trabalho mais extenso numa das salas do Vaticano. Mas a morte de Rafael impediu-o de concluir a sala. Uma tarefa que coube a outros pintores.

As obras de Rafael acabaram por ser esquecidas...até agora. A restauração das duas pinturas e do Corredor de Constantino deverá ficar concluída em 2022 e vai custar 2,7 milhões de euros.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório