China "muito preocupada" com desaparecimento de avião O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, manifestou hoje preocupação sobre o desaparecimento de um avião da Malaysia Arilines, que fazia a rota Kuala Lumpur-Pequim com 239 pessoas a bordo, incluindo cerca de 160 de nacionalidade chinesa. Lusa
Mundo Aviação 06:09 - 08/03/14

Em conferência de imprensa, o ministro Wang Yi afirmou que "as notícias são muito preocupantes".

PUB

"Esperamos que todas as pessoas a bordo estejam sãs e salvas", disse.

A China acionou um mecanismo de emergência depois de os controladores aéreos terem perdido o contacto com o avião, informou a imprensa oficial chinesa.

O avião da Malaysia Airlines, um Boeing 777-200, deixou Kuala Lumpur às 00:41 de sábado (16:40 em Lisboa) e era esperado em Pequim às 06:30 (22:30 de Lisboa).

A bordo seguiram 227 passageiros de 13 nacionalidades e 12 tripulantes. Segundo a televisão estatal chinesa, 158 passageiros são chineses.

Em comunicado, a empresa informou que o voo MH370 desapareceu às 02:40 de sábado (18:40 de sexta-feira em Lisboa).

O pior acidente do transporte comercial aéreo da Malásia aconteceu a 04 de dezembro de 1977, quando um avião da Malaysia Arilines se despenhou e morreram as 100 pessoas a bordo.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS