Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Zuckerberg: "Empresas não têm o direito de censurar políticos"

O fundador e CEO do Facebook defendeu a permanência de anúncios políticos na rede social.

Zuckerberg: "Empresas não têm o direito de censurar políticos"

A existência de anúncios políticos no Facebook tem sido fonte de críticas à gigante tecnológica desde o escândalo da Cambridge Analytica, quando ficou clara a influência dos anúncios da rede social nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016.

No entanto, o fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, parece continuar a acreditar que manter estes anúncios é a escolha certa. Mesmo com a oposição da candidata presidencial Elizabeth Warren, Zuckerberg está convencido que os anúncios políticos é uma parte importante do papel da rede social.

“Dada a sensibilidade em torno de anúncios políticos, já me interroguei se os devíamos permitir de todo. De uma perspetiva de negócio, a controvérsia certamente não compensa a pequena parte que compõem do nosso negócio. Mas os anúncios políticos são uma parte importante da voz – especialmente para candidatos locais, aspirantes a rivais e grupos de defesa que de outra forma podem não ter a atenção dos media”, declarou Zuckerberg num discurso dado na Universidade de Georgetown e cuja transcrição foi disponibilizada na íntegra pelo próprio Facebook.

Mais ainda, Zuckerberg continua convencido que não é papel do Facebook moderar o discurso político. “Acho que uma empresa privada não tem o direito de censurar políticos”, afirmou Zuckerberg.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório