Medina Carreira tem esperança em Donald Trump. "O homem tem vida"

A explicação está no seu “sentido realista da vida”, que, segundo Medina Carreira, permitirá “dar alguns solavancos que vão por o mundo a andar mais depressa”.

© DR
Política EUA

Numa altura em que são muitas as personalidades a lançar farpas ao presidente eleito dos Estados Unidos, Medina Carreira emite, no seu comentário semanal na TVI24, um parecer que vai em sentido inverso.

PUB

No programa ‘Olhos nos Olhos’, o economista dá uma nova perspetiva sobre Donald Trump, dizendo-se “muito esperançado” no republicado. A justificação está na sua forma de estar e ver o mundo, mais exata do que teórica.

“O homem tem vida, não é um teórico que anda a estudar filosofia e história, deve ter um certo sentido realista da vida. Estou convencido de que vai dar alguns solavancos que vão por o mundo a andar mais depressa”, explicou o comentador, que se fez acompanhar por Pedro Ferraz da Costa.

O presidente do Fórum para a Competitividade pareceu concordar, de certa forma, com Medina Carreira, explicando que muito depende do olhar que cada um lançar sobre Donald Trump.

“Podemos pensar que este homem vai querer cortar relações comerciais com grande parte do mundo ou podemos pensar que, com a sua experiência empresarial e prática em negociar, está a tentar por a barra num nível muito alto e tentar negociar numa posição mais forte do que aquelas em que se negociou no passado”, afirmou Ferraz da Costa.

O antigo presidente da CIP admitiu ainda ter “toda a confiança de que o sistema político americano tem os mecanismos de estabilidade e defesa das instituições suficientes para que não haja desvios assustadores”. Ainda assim, confessou: “Há evidentemente um choque provocado por uma nova maneira de representar os interesses das pessoas”.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser