Meteorologia

  • 16 NOVEMBRO 2019
Tempo
MIN 8º MÁX 14º

Edição

Caso de blogger que envolve Sócrates vale carta aberta a Medina

As críticas do PSD não têm apenas José Sócrates como destinatário.

Caso de blogger que envolve Sócrates vale carta aberta a Medina

O blogue Câmara Corporativa está desativado desde dezembro de 2015, isto após durante anos ter sido uma página com destaque na blogosfera da política nacional.

Blogue habitualmente atento à atividade política, fosse com elogios à política de José Sócrates no tempo em que este era primeiro-ministro, fosse com críticas à Direita nos anos recentes de Governo PSD/CDS, o Câmara Corporativa é agora assunto.

O semanário Sol noticiou esta semana que o blogger Miguel Abrantes é na verdade António Peixoto e que este receberia alegadamente um avença mensal na ordem dos 3.500 euros. O assunto levou a uma carta aberta de Mauro Xavier, presidente da concelhia do PSD Lisboa. O destinatário? Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Escreve o social-democrata que “a atividade adulatória de António Peixoto não se limitou a José Sócrates e ao governo do qual fez parte. Basta consultar os arquivos para encontrar dezenas de elogios e referências que lhe foram dirigidas, enquanto membro do governo e enquanto Presidente da Câmara, beneficiando assim, com José Sócrates, da generosidade financeira do benemérito Santos Silva”.

Nesta missiva aberta, Mauro Xavier diz ainda que António Peixoto foi assessor do autarca de Lisboa, deixando também questões sobre António Peixoto a Fernando Medina.

Saliente-se que João Araújo, advogado do antigo primeiro-ministro, reagiu durante o fim de semana à publicação, afirmando que Sócrates "apenas conheceu um dos seus autores em finais de 2012 e nunca lhe pagou nem para ele obteve qualquer remuneração".

Em nota enviada às redações e de que a RTP deu conta, João Araújo volta a criticar o Ministério Público e revela que vai requerer abertura de novo inquérito crime "contra todos os responsáveis, e promover os demais procedimentos judiciais que cabem ao caso".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório