Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

Cabeças de lista revelados, Bugalho foi surpresa. Eis tudo o que se disse

Sebastião Bugalho, de 28 anos, foi anunciado como o cabeça de lista da AD para as Eleições Europeias de 9 de junho. Na mesma noite, confirmou-se que Marta Temido representaria o PS e ficaram conhecidos praticamente todos os cabeças de lista dos partidos com assento parlamentar - à exceção do PAN.

Cabeças de lista revelados, Bugalho foi surpresa. Eis tudo o que se disse
Notícias ao Minuto

09:07 - 23/04/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

Política Eleições Europeias

A lista de candidatos às Eleições Europeias, que decorrem a 9 de junho, ficou praticamente fechada na segunda-feira. A surpresa da noite veio da Aliança Democrática (AD), que apresentou o jornalista e comentador televisivo Sebastião Bugalho como cabeça de lista.

O nome de Bugalho, de 28 anos, surgiu após vários dias de rumores que apontavam o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, como possível candidato. No entanto, vários militantes e autarcas do PSD/Porto manifestaram-se contra a intenção e, na noite de segunda-feira, foi confirmado que o autarca recusou o convite para integrar o segundo lugar da lista da AD.

Sebastião Bugalho, "um jovem talentoso, um jovem que o país conhece"

O presidente do PSD, Luís Montenegro, justificou a sua escolha em Bugalho por se tratar de um "jovem talentoso" que o "país conhece", defendendo que o jornalista "vai fazer a diferença nas próximas Eleições Europeias", considerando-o "até polémico, que afronta, é disruptivo, estimula a confrontação com respeito democrático". "

"É o exemplo do que nós queremos: Que vale a pena estar em Portugal, lutar por Portugal e ir para a Europa defender os interesses e as cores de Portugal", afirmou Montenegro, na intervenção de abertura do Conselho Nacional, aberta aos jornalistas. "Vale a pena apostar no futuro, o Sebastião Bugalho é com toda a honra, com muita convicção, o candidato que tenho para vos apresentar e estou convencido de que vai fazer a diferença nas próximas eleições europeias", afirmou, sem, contudo, comentar as informações que davam conta que Rui Moreira poderia encabeçar a lista da AD.

Já o secretário-geral do PSD, Hugo Soares, afirmou que Sebastião Bugalho foi a "escolha única" e "o único convite" feito por Montenegro. Questionado se Rui Moreira foi ou não convidado como número dois e se nunca esteve previsto como cabeça de lista, o social-democrata disse que "o país já se habituou" e a comunicação social "tem de se habituar" à forma como a direção do PSD faz escolhas para listas ou para membros do Governo

"Quem escolhe os nomes não é a comunicação social, é mesmo a direção nacional, com reserva total", disse.

Também o presidente demissionário do Governo da Madeira (PSD/CDS-PP), Miguel Albuquerque, considerou que Sebastião Bugalho é um "nome mediático, um nome que entra na juventude e um nome conhecido no país", mas que ainda assim o surpreendeu "de certa maneira" por ser o escolhido para cabeça de lista.

Pedro Nuno Santos sem comentários

Questionado sobre a escolha da AD, o líder do Partido Socialista (PS), Pedro Nuno Santos, recusou comentar as listas dos adversários. "Estamos focados na nossa lista, no nosso compromisso com a Europa e nos nossos candidatos. Faremos sempre uma campanha pela positiva, combativa e assertiva. Temos a melhor a lista, os melhores candidatos e de longe a melhor cabeça de lista", defendeu, no final da reunião da Comissão Política Nacional do PS.

"Portugueses conhecem os nossos candidatos, têm provas dadas"

Ex-ministra e atual deputada socialista Marta Temido será a cabeça de lista do PS às Europeias.

Notícias ao Minuto com Lusa | 00:02 - 23/04/2024

A deputada socialista Isabel Moreira reagiu apenas às declarações de Luís Montenegro, considerando tratar-se de "uma justificação populista limpinha".

"Boa escolha", "nova dimensão da mixórdia" e os "problemas éticos"

Catarina Martins, antiga coordenadora do Bloco de Esquerda e também cabeça de lista do partido para as Europeias, afirmou, no programa Linhas Vermelhas da SIC Notícias, que Sebastião Bugalho "não trará a experiência propriamente de atividade política", mas, para o PSD, "foi considerada uma forma de disputar o espaço do Chega e da Iniciativa Liberal", uma vez que "tem tido um discurso de normalização do Chega e um discurso bastante radical do ponto de vista liberal".

O também antigo coordenador bloquista Francisco Louçã considerou que se trata "uma nova dimensão desta mixórdia". Para o bloquista, Bugalho "está onde sempre esteve, a fazer carreira" e realçou o facto de o jornalista ser um "comentador que dava notas aos dirigentes partidários há um mês".

Por seu turno, Cecília Meireles, ex-deputada do CDS-PP, considerou que o nome de Bugalho é a "escolha de uma força política que tem dinamismo, que tem arrojo e que quer ir à luta". "Foi uma boa escolha. Surpreendente é verdade, mas uma excelente surpresa", afirmou no programa da SIC Notícias, Linhas Vermelhas. 

Em entrevista à SIC Notícias, o cabeça de lista da Iniciativa Liberal às eleições europeias, João Cotrim Figueiredo, considerou, esta segunda-feira, que o nome de Sebastião Bugalho surpreendeu "todos" e alertou que "passar de jornalista para comentador ou de comentador para político pode ter alguns problemas éticos". No entanto, garantiu que vai "esperar para ver qual é o pensamento europeu de Sebastião Bugalho".

Bugalho à parte, quem são os outros cabeças de lista das Europeias?

Para além da AD, também o PS 'fechou' os seus candidatos às Eleições Europeias de 9 de junho. Marta Temido, atual deputada e ex-ministra da Saúde em três governos de António Costa, lidera esta lista, seguida por Francisco Assis, atualmente deputado do PS e ex-presidente do Conselho Económico e Social, e por Ana Catarina Mendes, também deputada e ex-ministra.

O líder do Chega, André Ventura, confirmou que António Tânger Corrêa será o cabeça de lista do partido de extrema-direita por ser alguém que tem a "experiência política e o conhecimento do mundo internacional" necessários.

O Bloco de Esquerda (BE) foi dos primeiros partidos a anunciar quem será o seu cabeça de lista. Em março, a líder bloquista, Mariana Mortágua, confirmou que o nome de Catarina Martins, considerando ser "uma das dirigentes da Esquerda europeia com mais experiência e mais reconhecimento".

No fim de semana passado, o Livre anunciou que o investigador Francisco Paupério representará o partido, depois de ter vencido as primárias internas. 

Também no fim de semana, a Iniciativa Liberal aprovou o nome do seu ex-presidente João Cotrim Figueiredo, com 47 votos a favor e duas abstenções.

Quanto ao Partido Comunista Português (PCP), ainda corria o ano de 2023, quando o partido anunciou que o ex-líder parlamentar, João Oliveira, seria o cabeça de lista às eleições para o Parlamento Europeu.

O partido PAN - Pessoas, Animais e Natureza ainda não divulgou a lista de candidatos. 

Leia Também: De Temido a Bugalho (sem Moreira). Os candidatos do PS e AD às Europeias

Recomendados para si

;
Campo obrigatório