Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 12º MÁX 21º

Marta Temido será cabeça de lista do PS para as Europeias

A direção do PS vai reunir-se esta noite para debater e aprovar a lista às eleições europeias.

Marta Temido será cabeça de lista do PS para as Europeias
Notícias ao Minuto

19:13 - 22/04/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

Política PS

A ex-ministra e atual deputada Marta Temido será a cabeça de lista do Partido Socialista (PS) às eleições Europeias de junho. A notícia foi avançada pela RTP e confirmada por fonte do partido à agência Lusa.

Segundo a lista completa, Francisco Assis, atualmente deputado do PS e ex-presidente do Conselho Económico e Social, será o número dois.

O líder do PS, Pedro Nuno Santos, apostou na renovação dos eurodeputados do PS e escolheu ainda a ex-ministra e atual deputada Ana Catarina Mendes para integrar esta lista.

Recorde-se que a Comissão Política do PS reúne-se esta noite para aprovar a lista de candidatos do PS às eleições europeias de junho. 

Depois de integrar três executivos de António Costa, Marta Temido apresentou a demissão do cargo de ministra da Saúde em 30 de agosto de 2022 por entender que deixou de ter condições para exercer o mandato.

Após deixar as suas funções governativas, assumiu o seu mandato como deputada, lugar para o qual foi reeleita nas últimas eleições legislativas e que ocupa neste momento.

Na altura da saída, António Costa agradeceu "todo o trabalho desenvolvido" por Marta Temido, "muito em especial no período excecional do combate à pandemia da covid-19".

Marta Temido iniciou funções como ministra da Saúde em outubro de 2018, sucedendo a Adalberto Campos Fernandes.

Durante os seus mandatos, Marta Temido esteve no centro da gestão da pandemia, que começou em 2020, mas também atravessou várias polémicas. Na altura, o encerramento dos serviços de urgência de obstetrícia em vários hospitais por falta de médicos para preencher as escalas pressionou a tutela.

Doutorada em Saúde Internacional pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, mestre em Gestão e Economia da Saúde, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, a socialista é licenciada em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Foi subdiretora do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa e presidente do conselho diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde, assim como membro do conselho de administração de vários hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Temido presidiu ainda à Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, entre 2013 e 2015.

Marta Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões nasceu em Coimbra em 1974.

De notar que também PSD e CDS-PP vão promover hoje uma reunião dos Conselhos Nacionais dos dois partidos para votarem os candidatos ao Parlamento Europeu e aprovarem uma alteração à denominação da coligação pré-eleitoral Aliança Democrática (AD), com que se apresentarão a eleições.

Sabe-se já que Sebastião Bugalho será o cabeça de lista da AD. O nome de Rui Moreira, apontado como o mais provável por vários órgãos de comunicação social, já não é uma opção. Ao que tudo indica, o presidente da Câmara Municipal do Porto terá recusado integrar as listas da AD, já depois de militantes e autarcas do PSD Porto, entre os quais Vladimiro Feliz, que foi o candidato social-democrata à Câmara do Porto, se terem manifestado contra. Contudo, a razão que terá levado ao 'não' de Moreira terá sido o facto de não estar como primeiro nome da lista escolhida pelo primeiro-ministro e presidente do PSD, Luís Montenegro.

[Notícia atualizada às 20h37]

Leia Também: Após polémica, Rui Moreira não vai ser candidato da AD às Europeias

Recomendados para si

;
Campo obrigatório