Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

Lista integrada por Rui Tavares à direção vence com 67% dos votos

A lista 'A' candidata ao Grupo de Contacto (direção) do Livre, na qual o dirigente Rui Tavares é o 'número dois', obteve hoje 67% dos votos, conquistando 10 de um total de 15 lugares.

Lista integrada por Rui Tavares à direção vence com 67% dos votos
Notícias ao Minuto

12:58 - 06/03/22 por Lusa

Política Livre

Os restantes cinco lugares (31% dos votos) foram ocupados por membros da lista 'B', entre eles a dirigente Patrícia Robalo e a cabeça de lista pelo círculo da Europa nas eleições legislativas, Natércia Rodrigues Lopes.

De acordo com os dados anunciados no XII Congresso do Livre, que decorre no Congresso de São Francisco, em Coimbra, houve ainda 2% de abstenção na votação para este órgão.

O Grupo de Contacto (direção), órgão executivo do Livre, teve pela primeira vez na história do partido duas listas candidatas. Os 15 membros são eleitos de acordo com o método de Hondt, contando por isso com membros de ambas as listas.

A lista 'A', com uma moção intitulada 'O Futuro nas nossas mãos', apresenta-se como a lista de continuidade, com maior número de membros da direção anterior, sendo a cabeça-de-lista a dirigente Teresa Mota e o 'número dois' o historiador Rui Tavares.

Já a lista 'B', encabeçada pela dirigente Patrícia Robalo e com a moção 'Concretizar o Livre', mostrou-se crítica da atual direção, apelando a uma maior diversidade de vozes do partido no espaço público.

Também o Conselho de Jurisdição contou com duas listas candidatas pela primeira vez sendo eleito através do mesmo método.

A lista 'A', integrada pelo dirigente Ricardo Sá Fernandes, voltou a sair vencedora, com 66% dos votos, o equivalente a 8 mandatos.

Já a lista 'B' obteve 30% do total, conquistando três mandatos neste órgão. A abstenção foi de 4%.

Para a Assembleia, órgão máximo entre congressos, foram eleitos 47 membros, votados uninominalmente. Jorge Pinto, cabeça de lista pelo Porto nas legislativas de janeiro, foi o candidato mais votado, obtendo 169 votos.

Em segundo ficou Isabel Mendes Lopes, com 156, seguindo-se Carlos Teixeira com 138. Pedro Mendonça, porta-voz do Grupo de Contacto (direção) cessante, foi eleito com 129 votos.

A Assembleia do Livre, de acordo com os estatutos, tem que ser composta por 25 homens e 25 mulheres, num total de 50. O congresso decidiu realizar eleições intercalares para ocupar os três lugares que ficaram vagos com mulheres, de forma a cumprir a paridade.

Leia Também: Professores, estudantes ou arquitetos. Livre não quer ser só "um rosto"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório