Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Vladimiro Feliz (PSD) manda "demolir" betão da praia do Ourigo se vencer

O candidato do PSD à Câmara do Porto, Vladimiro Feliz, garantiu hoje que, em caso de vitória, mandará demolir a construção de betão na praia do Ourigo, criticando ainda a "passividade" do atual presidente da autarquia.

Vladimiro Feliz (PSD) manda "demolir" betão da praia do Ourigo se vencer
Notícias ao Minuto

21:45 - 17/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

O candidato social-democrata convidou hoje o antigo ministro do Ambiente Jorge Moreira da Silva para estar com ele na Foz do Douro para falarem da polémica construção denunciada pelo candidato antes do verão.

Por indicação, no início de julho, do ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, o processo está nas mãos da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) mas, desde então, segundo Vladimiro Feliz, "nada acontece", tendo, inclusive, o "muro subido quase até à cota de proteção da praia".

"Esta é uma construção que, sem qualquer dúvida, o mar acabará por levar em dois anos", alertou o candidato, lamentando que perante "o Plano de Ordenamento da Orla Costeira que ordena que nada se construa na praia e quando está para entrar em ação se construa uma coisa destas em pleno centro urbano".

E continuou: "o que nos preocupa é que isto até às eleições fique tranquilamente a repousar e depois arranque de novo e nada aconteça, porque aí já nada há para travar pois já não há período eleitoral".

"Connosco, o que está prometido é que esta obra é para reverter e demolir", assinalou.

Reconhecendo que a matéria não é da "responsabilidade da Câmara do Porto", o social-democrata entende, contudo, que um presidente da autarquia "tem a obrigação de preservar a sua cidade, de alertar as entidades sejam elas centrais ou locais, como é o caso da APDL [Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo], para que não façam atentados como estes nas praias".

Jorge Moreira da Silva, que entre 2009 e 2012 foi ministro do Ambiente, rotulou o que viu de "completamente anacrónico".

"Não conheço a natureza legal do projeto. Não estou a par da especificidade do projeto, mas há uma coisa que parece evidente: tendo tido responsabilidades nesta área e conhecendo os riscos de erosão e para as pessoas, em função das alterações climáticas, edificações como estas são completamente anacrónicas, ultrapassadas, num tempo de alterações climáticas e de riscos severos e extremos, não faz sentido nenhum", disse.

Além disso, salientou, "é um péssimo investimento para o promotor, porque este tipo de construções estão ameaçadas".

Mantendo o tom crítico, Vladimiro Feliz frisou que "alguém autorizou mal" a obra na praia e que se fosse presidente de câmara "iria tentar perceber o que se passou e nunca iria dizer 'não tenho nada a ver com isto, façam o que quiserem'".

"Independentemente de quem decide, a obrigação de um presidente de câmara é preservar os direitos da cidade e as praias da cidade. (...) Garanto que ganhando [a câmara do Porto] aquilo não acontece", acrescentou.

À questão da Lusa se não seria um risco avançar com a demolição quando está por saber quem vai pagar a quem a indemnização, o candidato respondeu que "se não for uma decisão camarária, o mar vai levar aquilo. É uma inevitabilidade".

"Todos sabemos o que acontece no inverno nesta zona. Vemos o mar invadir a própria zona urbana e, portanto, mesmo sendo betão, também será arrastado. O promotor, bem ou mal, terá sempre um prejuízo enorme. Eu acho que antes de o promotor ter prejuízo vale a pena sentar as pessoas à mesa e perceber porque é que isto aconteceu", acrescentou.

São candidatos à presidência da Câmara do Porto, nas eleições de 26 de setembro, Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" -- apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos!, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório