Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2021
Tempo
27º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Portugueses querem remodelação no Governo. Cabrita 'apontado' à saída

Maioria dos inquiridos considera "razoável" a ação do Governo face à pandemia da Covid-19. Marta Temido destacada como a melhor ministra, Eduardo Cabrita considerado o pior.

Portugueses querem remodelação no Governo. Cabrita 'apontado' à saída

A maioria dos portugueses quer uma remodelação no Executivo de António Costa, 'apontando' a porta de saída a alguns ministros, com Eduardo Cabrita a 'liderar' destacado. Estas são conclusões de uma sondagem da Universidade Católica Portuguesa para a RTP, publicada esta quarta-feira. 

De acordo com o estudo, a maioria dos portugueses (52%) apelidam o trabalho do Governo como "razoável" face à pandemia da Covid-19, com 88% a acreditar que este Executivo se manterá até ao final da legislatura, mas não com a atual composição. 71% dos inquiridos entende que o primeiro-ministro deve levar a cabo uma remodelação, com a saída de alguns membros do elenco governativo e a substituição por 'caras novas'. 

Nesta hipotética 'dança de cadeiras', o nome de Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, surge como o mais 'remodelável', indicado por 40% dos portugueses que participaram no estudo. Em segundo lugar, mas distante na percentagem, está Marta Temido, ministra da Saúde, com 10%, seguida de Francisca Van Dunem, com a tutela da Justiça, e Tiago Brandão Rodrigues, Educação, com 5%. 

Neste estudo da Católica para a RTP, os portugueses consideraram também, porém, que Marta Temido é a melhor ministra do Governo (24% dos entrevistados), seguida de João Leão, ministro das Finanças (5%), e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia (4%).

Por outro lado, o nome de Eduardo Cabrita volta a surgir como o pior ministro de António Costa - uma opção reiterada por 34% dos participantes na sondagem. 

De recordar que, no passado domingo, um dos temas do habitual comentário de Luís Marques Mendes, na SIC, foi a sondagem da Aximage para o Diário de Notícias, Jornal de Notícias e TSF que também indicava, entre outros fatores, que 81% dos inquiridos queriam uma remodelação no Governo de António Costa antes das eleições autárquicas, (também) com o ministro Eduardo Cabrita no topo da lista. 

"Acho que Eduardo Cabrita, que é o caso mais complicado, mais delicado, mais problemático, está a ser um abcesso político dentro do Governo", considerou o Conselheiro de Estado, acrescentando que o ministro da Administração Interna "está a contaminar mesmo a autoridade e a popularidade de António Costa". 

Leia Também: "Eduardo Cabrita está a ser um abcesso político dentro do Governo"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório