Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Costa assume toda a culpa por mensagem mal transmitida sobre novas regras

O primeiro-ministro, António Costa, assumiu esta quinta-feira toda a culpa pela mensagem mal transmitida sobre as novas regras para o estado de emergência, deixando claro que "é mesmo para as pessoas ficarem em casa".

Costa assume toda a culpa por mensagem mal transmitida sobre novas regras
Notícias ao Minuto

20:30 - 12/11/20 por Lusa

Política Covid-19

Na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira, António Costa foi questionado pelos jornalistas sobre se assumia responsabilidades pelos equívocos que identificou em relação a estas novas regras e quis hoje corrigir.

"Poupo já as discussões: a culpa é toda minha porque seguramente foi o mensageiro que transmitiu mal a mensagem e, portanto, nada como corrigir a mensagem", assumiu.

Na perspetiva do primeiro-ministro, a "mensagem agora é muito simples".

"É mesmo para as pessoas ficarem em casa, as exceções são mesmo eliminadas e sobretudo todas aquelas que geraram tentativas ou oportunidades de interpretação defeituosa daquilo que foi uma medida que, com equilíbrio e com bom senso, procuramos encontrar", sintetizou.

De acordo com António Costa, infelizmente aquilo que aconteceu "em alguns setores de atividade e em algumas associações empresariais foi uma grande incompreensão sobre aquilo que eram medidas de equilíbrio encontradas e para as quais manifestamente houve abuso".

"Perante o abuso só há uma medida a tomar que é: fecha tudo às 13:00 com aquelas pequeníssimas exceções", referiu.

Para o primeiro-ministro é fundamental perceber que o "esforço que é pedido não é para a eternidade", mas sim para os "próximos meses até haver um tratamento eficaz ou uma vacina efetiva", não se tratando de mudar a vida "para todo o sempre".

"Convinha que todos nos recordássemos que aquando da primeira vaga, que como vimos vivemos uma situação menos gravosa do que aquela que estamos a viver atualmente, as medidas adotadas foram muito mais duras", recordou, dando o exemplo do encerramento de escolas, comércio e restauração, com a exceção de 'take away' e entrega.

A questão, na perspetiva de António Costa, "não é se vão ser agravadas as medidas, a questão é a adoção do comportamento necessário para evitar que essas medidas tenham que vir a ser adotadas".

"O Governo não tem um prazer nem uma vontade de andar aqui a complicar a vida das pessoas, a estrangular as empresas, a perturbar a vida em sociedade, mas nós temos uma responsabilidade fundamental que é salvaguardar a vida e a saúde dos nossos cidadãos", justificou.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório