Meteorologia

  • 29 OUTUBRO 2020
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Costa recebe partidos na 2.ª feira para discutir Plano de Recuperação

Primeiro-ministro começa a receber partidos com assento parlamentar em São Bento a partir das 10 horas de segunda-feira, dia 21.

Costa recebe partidos na 2.ª feira para discutir Plano de Recuperação

O chefe do Executivo já tinha demonstrado disponibilidade para participar num debate no parlamento sobre o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e para receber os partidos para a análise deste documento. 

As reuniões começam na segunda-feira, dia 21, estando previsto arrancarem com a Iniciativa Liberal (IL), às 10h. Seguem-se depois Os Verdes, o PCP, o PAN, o Chega, o CDS, o BE. O PSD encerra, neste dia, a ronda de reuniões, depois das 18 horas. 

A ideia das reuniões com os partidos é procurar um consenso o mais alargado possível sobre o Plano de Recuperação. No dia seguinte, terça-feira, António Costa vai discutir o plano com os parceiros sociais no Conselho Económico e Social.

Na última terça-feira, recorde-se, a Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, foi  feita a apresentação do PRR e da “Visão Estratégica” — documento do gestor e professor universitário António Costa e Silva, agora já com a inclusão de parte das mais de mil propostas de contributos que recebeu ao longo do período de discussão pública, que terminou no final de agosto.

No fim da apresentação feita pelo gestor, António Costa sublinhou que este plano vai exigir " um esforço que temos de fazer em marcha acelerada, porque há um calendário e esse obriga-nos, até ao dia 15 de outubro, apresentar na Comissão Europeia o primeiro 'draft' do que deve ser o programa de recuperação e resiliência para Portugal".

O Governo aprovou na quinta-feira, em Conselho de Ministros, a primeira versão do Plano de Recuperação e Resiliência, instrumento que já terá tradução na proposta de Orçamento do Estado para 2021, que será entregue em 12 de outubro na Assembleia da República.

O Programa de Recuperação e Resiliência será em seguida apresentado publicamente em 14 de outubro, na véspera de o documento ser entregue à Comissão Europeia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório