Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Centrista garante que estará "presente na discussão sobre os desafios do CDS e sobre a necessidade de construir uma alternativa mobilizadora ao socialismo", mas não será candidato à liderança do partido.

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes não vai ser candidato à liderança do CDS. Quem o garante é o próprio na sua página de Facebook, numa resposta ao desafio lançado por Pires de Lima. 

"Estarei presente na discussão sobre os desafios do CDS e sobre a necessidade de construir uma alternativa mobilizadora ao socialismo; e estarei com toda a certeza presente no Congresso do CDS, dando em liberdade conta das minhas opiniões", começa por referir, anunciando de seguida que não será candidato. 

"Não serei candidato à liderança do partido, em coerência aliás com uma escolha que fiz em março deste ano, cuja fundamentação se mantém", explica. 

O centrista sublinha que "tinha como objetivo não falar em público do CDS nem dos seus desafios futuros antes de o fazer no Conselho Nacional do partido, que decorrerá esta quinta-feira".

Contudo, "o calendário mediático é o que é, pelo que me desviei desse propósito apenas para que ao meu silêncio não pudesse corresponder qualquer significado político de aceitação de um desafio do António Pires de Lima, um amigo, alguém que admiro muito e que é para mim uma referência", justifica assim a sua decisão de anunciar não ser candidato. 

Assunção Cristas, recorde-se, decidiu que o seu tempo na liderança do CDS chegou ao fim, tendo anunciado a decisão há uma semana, depois de o partido ter sofrido uma pesada derrota nas eleições legislativas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório