Meteorologia

  • 19 JUNHO 2018
Tempo
20º
MIN 20º MÁX 20º

Edição

Acusados de furto simples e qualificado em silêncio no Tribunal de Leiria

Os seis arguidos presentes hoje no início do julgamento a um processo em que são acusados de dezenas de crimes relacionados com furto qualificado e simples e condução sem habilitação legal ficaram em silêncio no Tribunal de Leiria.

Acusados de furto simples e qualificado em silêncio no Tribunal de Leiria
Notícias ao Minuto

12:39 - 14/03/18 por Lusa

País Caso

O Tribunal de Leiria começou hoje a julgar dez arguidos suspeitos de dezenas de crimes de furto qualificado e simples, roubo e condução sem habilitação legal, tendo estado presentes apenas sete.

Todos os arguidos afirmaram ao coletivo que não pretendem falar sobre os factos de que estão acusados.

No início da sessão, a juiz presidente declarou a nulidade da acusação pública a um dos arguidos, que estava acusado da prática de furto qualificado, uma vez que ao longo do despacho "não é imputável ao arguido qualquer facto ou sequer qualquer facto ilícito".

Segundo o despacho de acusação do Ministério Público, um dos arguidos está acusado de 26 crimes de furto qualificado, 24 crimes de furto simples, 15 crimes de condução de veículo sem habilitação legal e um crime de roubo.

Já outro dos acusados responde por 20 crimes de furto qualificado, 13 crimes de furto simples e três crimes de condução de veículo sem habilitação legal.

Os demais arguidos foram acusados pela prática de crimes de furto qualificado, furto simples e condução de veículo sem habilitação legal, sendo imputado a cada um deles entre um a cinco ilícitos criminais, refere a acusação do Ministério Público, na sua página oficial.

De acordo com o MP, entre os meses de outubro de 2016 e julho de 2017, em várias localidades da zona Centro do país, "tais como Marinha Grande, Leiria, Maceira e Porto de Mós, os arguidos retiraram do interior de estabelecimentos comerciais e de veículos automóveis diversos bens, nomeadamente importâncias monetárias, máquinas dispensadoras de tabaco, contendo no seu interior tal produto e dinheiro, entre outros objetos".

Para tal, "forçaram uma das portas de acesso aos estabelecimentos ou quebravam um dos vidros, assim logrando introduzir-se no seu interior".

"Apoderaram-se ainda de veículos automóveis, os quais foram por vezes utilizados para o cometimento dos crimes de furto", refere ainda o despacho, ao salientar que numa das situações recorreram "à força física, apontando ao ofendido uma faca com uma lâmina de cerca de 15 cm".

O processo surgiu no âmbito da operação "Vida Loka" da PSP da Marinha Grande, que deteve quatro homens e identificou outros dois.

O Comando Distrital da PSP de Leiria adiantou que na sequência de uma investigação direcionada para o combate de furtos em estabelecimentos comerciais, "maioritariamente de máquinas de tabaco, e também de viaturas", desencadeou "uma operação policial destinada ao cumprimento de três mandados de detenção fora de flagrante delito, quatro mandados de busca domiciliária e três mandados de busca em viatura".

Após várias diligências, a investigação concluiu que os suspeitos, "para concretizarem os furtos das máquinas dispensadoras de tabaco de forma organizada, furtavam veículos que usavam para proceder ao arrombamento dos estabelecimentos (com recurso às próprias viaturas) e para o transporte das máquinas e do tabaco".

No âmbito da operação "Vida Loka" foram apreendidos 123 maços de tabaco, cerca de 200 euros em dinheiro, nove telemóveis, três televisores, dois computadores portáteis e uma máquina dispensadora de tabaco, entre outros objetos.

A PSP recuperou ainda uma viatura que tinha sido furtada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.