Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

"O futebol com toda a certeza não é desculpa, para não se votar"

Para o fundador do Clube dos Pensadores, Joaquim Jorge, o problema de abstenção é real, mas não é por causa do futebol.

"O futebol com toda a certeza não é desculpa, para não se votar"
Notícias ao Minuto

15:50 - 14/09/17 por Notícias Ao Minuto

País Joaquim Jorge

Com a atual polémica referente aos quatro jogos da I Liga de futebol marcados para dia 1 de outubro, o mesmo dia em que os portugueses são chamados às urnas, Joaquim Jorge reconhece o problema da abstenção nas eleições, mas considera que o futebol não será uma das causas.

O fundador do Clube dos Pensadores considera que alegar “que um jogo de futebol pode prejudicar a afluência às urnas é uma falácia”, pois quem tiver ideia de ir votar "arranja sempre tempo", recordando que “as urnas estão abertas um longo período do dia de domingo.”

Para Joaquim Jorge a abstenção existe, mas “por outras razões”, nomeadamente porque a maioria dos eleitores “não se revê nesta forma de fazer política”, questionando se o futebol será antes “um bom aliado para a democracia porque desvia a atenção dos problemas políticos”.

“A abstenção é um problema da nossa democracia. Culpa dos partidos que não se abrem à sociedade” acusa o biólogo, recordando, no entanto, que “a democracia não consiste unicamente em votar”.

Porém, de forma a tentar contornar esta situação, “altere-se a lei ou permita-se a quem está deslocado da sua zona de residência o voto antecipado, ou votar utilizando as novas tecnologias”, apela Joaquim Jorge.

O fundador do Clube dos Pensadores entende que apesar de a realização de jogos de futebol em dia de eleições não ser proibida por lei,“seria sensato e recomendável” que não os houvesse.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório