Meteorologia

  • 24 JUNHO 2021
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 32º

Edição

Apelo foi ouvido. Hospital alemão aceita tratar Matilde

Unidade em Dusseldorf aceita tratar a menina que luta contra uma leucemia rara.

Apelo foi ouvido. Hospital alemão aceita tratar Matilde

É um caso que percorre as redes sociais há semanas e que aparenta, finalmente, ver uma luz ao fundo do túnel. Matilde, com apenas 16 meses, luta contra uma leucemia rara e já ‘enganou’ a morte duas vezes. O tratamento, além de dispendioso, não encontra recursos nem tratamentos capazes em Portugal.

Os apelos feitos pela família de Matilde derrubaram fronteiras e chegaram à Alemanha, onde uma unidade Hospitalar de Dusseldorf se disponibilizou para tratar a menina de Gondomar.

O hospital germânico propõe uma terapêutica, de nome imunoterapia, que será a alternativa ‘chave’ à quimioterapia até agora realizada, cujos efeitos serviram apenas para enfraquecer o sistema imunitário de Matilde.

Há, contudo, o problema inerente à ‘boa nova’ – a questão monetária. Diz o Jornal de Notícias que este tratamento custa quase meio milhão de euros, quantia ainda muito distante dos 55 mil euros que a família conseguiu juntar até agora através de donativos.

“É uma corrida contra o tempo. A Matilde precisa de ir o mais rápido possível, porque já não faz uma sessão de quimioterapia há dois meses, e a doença está lá”, diz a mãe, crente na boa vontade do Hospital de Dusseldorf em aceitar um método de pagamento faseado. “É um tratamento longo e vamos ter de continuar o peditório”.

Além da página já criada no Facebook, os donativos podem ser feitos por transferência bancária para a conta da menina de Rio Tinto, com o NIB 0035 0374 0000 3337 80052.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório